Menu Right

Top Social Icons

Slider Area 1

Slider Area 2

Slider Area 3

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

Destaques

Policial

Últimas Notícias

Saúde

Destaques

Publicidade
Publicidade

Interior

Esportes

Agropecuária

Publicidade

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Variante delta da Covid: os sinais que ameaçam fim da pandemia mesmo após vacinação

Relatório do governo dos EUA mostrou que delta se espalha muito mais rápido, tem maior probabilidade de infectar vacinados e pode desencadear doenças mais graves nas pessoas não vacinadas.

Foto: Reprodução

A variante delta do coronavírus se tornou a nova fonte de preocupação no combate à pandemia de Covid-19, mesmo entre países com ritmo avançado de vacinação.

Ela está por trás de uma nova onda de infecções em Israel, Reino Unido, Estados Unidos e países asiáticos, como China e Indonésia.

No Reino Unido, por exemplo, a Delta já responde por mais de 90% dos novos casos. E, no Brasil, já são mais de 200 infectados e 20 mortes por essa variante.

Estudos recentes vêm apontando que essa nova versão do coronavírus é muito mais transmissível e tem maior probabilidade de evadir o sistema imunológico, responsável pelas defesas do nosso organismo.

Sintomas da variante delta — Foto: Arte BBC

Mas um relatório do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças), órgão ligado ao Departamento de Saúde dos EUA, chegou a novas constatações sobre a variante que está causando angústia em todo o mundo — e pode postergar o controle da pandemia ao redor do mundo por meio da vacinação.

O documento mostrou que a delta se espalha muito mais rápido, tem maior probabilidade de infectar vacinados e pode desencadear doenças mais graves nos não vacinados em comparação com todas as outras variantes de coronavírus conhecidas.

Também tende a romper com mais facilidade as proteções oferecidas pelos imunizantes.

Apesar disso, a probabilidade de pessoas vacinadas espalharem o vírus, se infectadas, é muito mais rara em comparação com pessoas não vacinadas, acrescenta a agência no relatório, uma apresentação de slides preparada por funcionários obtida com exclusividade pelo jornal americano Washington Post e reverberada pelo restante da imprensa daquele país nos últimos dias.

'Tão contagiosa quanto a catapora'

No documento, o órgão adverte que a variante delta é altamente infecciosa e argumenta que os funcionários do governo devem "reconhecer que a guerra mudou", considerando quão perigosa ela é.

No documento, o CDC ressalva que, embora as vacinas previnam mais de 90% das doenças graves, as características perigosas dessa variante sugerem que os imunizantes podem ser relativamente menos eficazes na prevenção de infecções ou transmissão.

"Cargas virais altas sugerem um risco aumentado de transmissão e aumentam a preocupação de que, ao contrário de outras variantes, as pessoas vacinadas infectadas com delta podem transmitir o vírus.

G1

Empresário é morto a tiros pelo filho de 14 anos em São Paulo

 Adolescente teria atirado para proteger a mãe, segundo a polícia.

Foto: Clausio Tavoloni/EPTV

Um homem foi morto a tiros pelo filho, em Valinhos (SP), na tarde desta terça-feira (3). De acordo com a Polícia Militar, a corporação foi acionada às 14h05 para atender uma ocorrência de violência doméstica - o adolescente de 14 anos teria atirado após o empresário agredir a mulher.

Arma que teria sido utilizada pelo adolescente para atirar contra o pai, em Valinhos (SP) — Foto: Polícia Militar

O crime ocorreu dentro de um condomínio de alto padrão no bairro Joapiranga. O corpo do empresário ficou caído na garagem da residência. O resgate foi acionado, mas o óbito foi confirmado no local.

Informações apuradas pela EPTV, afiliada TV Globo, são de que o empresário morto pelo filho era conhecido por colecionar carros de luxo. Ele teria atuação no mercado de comércio exterior e de som automotivo.

Empresário morto a tiros em Valinhos era conhecido pelos carros de luxo — Foto: Polícia Militar

A perícia foi acionada. A corporação apreendeu algumas armas na residência. O caso será registrado na Delegacia de Valinhos.

Condomínio de Valinhos (SP) onde ocorreu o crime nesta terça (3) — Foto: Jonatan Morel/EPTV

O corpo do empresário foi retirado do local por volta das 19h. Não há informações sobre velório e sepultamento.

G1

MEC divulga lista de pré-selecionados para Fies do segundo semestre

O prazo para complementação das informações da inscrição começa hoje (4) e vai até sexta-feira (6).

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) divulgou no fim da noite dessa terça-feira (3) a relação dos candidatos pré-selecionados em chamada única ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2021. O resultado está disponível na página do Fies.

A seleção assegura apenas a expectativa de direito à vaga, já a contratação do financiamento está sujeita às demais regras e procedimentos de formalização do contrato. O prazo para complementação das informações da inscrição começa hoje (4) e vai até sexta-feira (6).

Os estudantes não pré-selecionado foram automaticamente incluídos em lista de espera, observada classificação. Considerando que não existe novo ranqueamento, após a publicação do resultado da chamada única, os participantes da lista de espera, deverão, obrigatoriamente, acompanhar sua eventual pré-seleção.

Nesse caso, os candidatos deverão complementar sua inscrição no prazo de três dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação de sua pré-seleção no sistema. O prazo final para a lista de espera é 31 de agosto.

Em 2021 o Fies teve a oferta total de 93 mil vagas. Nesta seleção do segundo semestre, estão disponíveis 69 mil vagas distribuídas em 23.320 cursos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. Caso hajam vagas remanescentes, não ocupadas na chamada única, o MEC poderá fazer nova seleção.

Para ter acesso ao fundo, é necessário ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos e ter participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, obtendo no mínimo 450 pontos na média das cinco provas do exame e não ter zerado a prova de redação.

O Fies é o programa do governo federal que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas aderentes ao programa. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies tem regras específicas, sem seleção, e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.

Agência Brasil


terça-feira, 3 de agosto de 2021

MEC divulga selecionados na segunda chamada do Prouni 2021

Estudantes têm até o dia 11 de agosto para apresentar documentação. Quem não tiver sido contemplado, pode se inscrever na lista de espera entre os dias 17 e 18 de agosto.

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta terça-feira (3) o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudo em instituições particulares de educação superior. O resultado pode ser consultado no site http://prouniportal.mec.gov.br/.

Os alunos aprovados terão até o dia 11 de agosto para entregar a documentação necessária nas instituições de ensino superior escolhidas, comprovando as informações no ato da inscrição.

Quem não tiver sido selecionado na segunda chamada poderá se inscrever na lista de espera entre os dias 17 e 18 de agosto. O resultado sairá dia 20 de agosto.

Os que forem selecionados na lista de espera terão entre os dias 23 e 27 de agosto para apresentar a documentação. Essa será a última oportunidade para ser contemplado pelo Prouni neste semestre.

Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de todo o Brasil.

No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições de ensino superior da rede privada. Dessas, 69.482 bolsas são integrais e 64.847 são parciais.

Critérios

Para obter a bolsa integral (100%), o estudante precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo.

Para as bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até 3 salários mínimos.

Cronograma do Prouni

  • Comprovação das informações para aprovados na segunda chamada: 3 a 11 de agosto
  • Interesse em participar da lista de espera: 17 e 18 de agosto
  • Resultado da lista de espera: 20 de agosto
  • Comprovação das informações para pré-aprovados na lista de espera: 23 a 27 de agosto

G1

Acidente entre carro e moto deixa uma vítima fatal em Itaituba

O fato ocorreu na tarde desta terça-feira (03), na 14ª rua próximo a Travessa Raimundo Preto.


Foto: Reprodução / Caio Ferreira - TV Record

Na tarde desta terça-feira (03), por volta das 15h20, ocorreu um acidente envolvendo um carro Chevrolet, cor Branca e uma moto Honda Fan, cor Preta, na 14º rua, após a Travessa Raimundo Preto, Bairro São Tomé.

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Segundo informações, o rapaz que pilotava a moto, identificado como Mizael da Silva Conceição, de 18 anos, atravessou a preferencial e atingiu o carro que estava trafegando pela 14ª rua sentido Travessa São José, no bairro São Tomé, em Itaituba, sudoeste do Pará.  

Devido a forte batida e falta do uso de capacete de proteção, o motociclista veio a óbito ainda no local do acidente. A guarnição da Polícia Militar e militares do Corpo de Bombeiros estiveram no local para os procedimentos cabíveis. A motorista do carro foi encaminhada ao Hospital Regional do Tapajós (HRT). 

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Como houve vítima fatal, o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para realizar a remoção do corpo.  

On News


Cosanpa iniciou campanha de descontos para negociação de dívidas

Descontos chegam a 95% no valor integral do débito e os parcelamentos podem ser de até 120 meses, com parcelas mínimas de R$ 50.

Foto: Ascom/Cosanpa

A Companhia de Saneamento do Pará iniciou, nesta segunda-feira (2), a campanha "Conta com a Cosanpa" para negociação de débitos em todos os 53 municípios paraenses atendidos pela Companhia. 

Os descontos chegam a 95% no valor integral do débito e os parcelamentos podem ser de até 120 meses (com parcelas mínimas de R$ 50), sendo que cada caso será analisado individualmente. Os clientes que optarem pelo pagamento à vista ainda terão 30% de desconto. 

De acordo com coordenador da campanha, Robson Querino, esta é a campanha com os maiores descontos já oferecidos pela Cosanpa. “Em nosso cadastro, temos 70 mil clientes negativados, ou seja, com restrições de crédito por conta da inadimplência. Esta é uma oportunidade única para que eles possam negociar a dívida e ficarem adimplentes com a Companhia. É a primeira vez, que oferecemos descontos de até 95% no valor integral e ainda 30% nos pagamentos à vista”, explicou. 

Serviço

Para negociar, são necessários os seguintes documentos: documento oficial com foto, CPF e, se for proprietário do imóvel, o registro/contrato ou recibo de compra e venda do imóvel; se inquilino, o contrato de locação; se responsável, declaração de responsabilidade preenchida e assinada. 

As negociações poderão ser feitas nas lojas de atendimento, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Todos os pontos de atendimento estão disponíveis no site www.cosanpa.pa.gov.br.

Agência Pará

Média móvel de mortes fica abaixo de mil pelo terceiro dia no Brasil

Pesquisadores da Fiocruz apontam o avanço da vacinação como a explicação para a redução nas mortes e internações por covid-19.

Foto: Reprodução

Depois de seis meses seguidos com uma média de mais de mil vítimas diárias de covid-19, o Brasil registrou na segunda-feira (2) o terceiro dia consecutivo com a média móvel de sete dias abaixo desse patamar, segundo o painel de dados Monitora Covid-19, mantido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).  

Em queda desde a segunda quinzena de junho, a média móvel de mortes chegou a menos de mil (988,86) em 31 de julho, e manteve esse patamar em 1° de agosto (987,14) e 2 de agosto (960,14). Essa foi a primeira vez que a média ficou abaixo de mil desde 23 de janeiro deste ano, quando atingiu 1.021,29 vítimas. Daquela data até o fim de julho, o Brasil viveu o período mais letal da pandemia, com picos em que a média móvel superou 3 mil mortes diárias.

Pesquisadores da Fiocruz apontam o avanço da vacinação como a explicação para a redução nas mortes e internações por covid-19. No último boletim Observatório Covid-19, divulgado na semana passada, a fundação ressaltou, entretanto, que o número de óbitos se mantém em patamar muito elevado e que os casos de covid-19 continuam aumentando.

"A diferença entre a curva de novos casos e a curva de óbitos é mais um indício da nova fase da pandemia no Brasil, em que há intensa circulação do vírus, mas com menor impacto sobre as demandas de internação e sobre o número de mortes".

Como calcular média móvel de mortes?

A média móvel de mortes é calculada somando as mortes confirmadas nas últimas 24 horas com as que foram registradas nos seis dias anteriores. O resultado é dividido por sete. Esse dado é observado por pesquisadores para avaliar a tendência de evolução da pandemia de forma mais clara, já que menos informações são notificadas pelas secretarias de saúde municipais e estaduais nos fins de semana e ficam represadas nos primeiros dias de semana, gerando grande oscilação nos números.

Vacinação em Itaituba

A campanha de vacinação em Itaituba, sudoeste do Pará, continua avançando. Ao todo, 56.258 doses foram enviadas ao município. Destas, 30.839 pessoas receberam a primeira dose de imunizante e 15.693 tomaram as duas doses ou doses únicas. 

Aproximadamente, 9.700 doses ainda estão disponíveis no município. Nesse contexto, a população na faixa etária de 27 anos ou mais podem procurar os postos de vacinação fixo para receber a vacina.  

On News com informações Agência Brasil


Responsive Full Width Ad