Menu Right

Top Social Icons

Slider Area 1

Slider Area 2

Slider Area 3

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

Destaques

Policial

Últimas Notícias

Saúde

Destaques

Publicidade
Publicidade

Interior

Esportes

Agropecuária

Publicidade

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Governador do Pará anuncia a chegada de mais 281 mil vacinas para o Estado

Ainda segundo o comunicado, a chegada de novas doses adiantará o calendário de vacinação para a faixa etária de 22 anos+ nos municípios paraenses.

Foto: Reprodução

O Estado do Pará recebeu na madrugada deste domingo (1,º), a 50ª remessa de vacinas contra covid-19, enviada pelo Ministério da Saúde (MS). São 127.400 mil doses da Coronavac. Ao todo, o Estado do Pará já recebeu 5.947.240 milhões de doses de imunizantes contra a Covid-19, sendo 1.756.140 da CoronaVac/Sinovac; 3.196.200 da Oxford/AstraZeneca; 859.950 da Pfizer e 134.950 da Janssen. 

Segundo orientações do Ministério da Saúde, essa remessa de vacinas é destinada à primeira dose e será distribuída para todos os Centros Regionais de Saúde. A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) já elabora a logística de entrega. A distribuição deve começar nos próximos dias. O envio será feito por vias terrestre, aérea e fluvial, com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). 

“Vamos avançar ainda mais, com isso chegaremos a 22 anos em todo o estado, chegando na nossa meta de vacinar todo o público adulto em agosto”, anunciou o governador Helder Barbalho.

As informações sobre a vacina são fornecidas pelas secretarias municipais de saúde e a população pode acompanhar o andamento da campanha em todo o estado através da página do Vacinômetro.

On News com informações Agência Pará

Inep disponibiliza apostilas de estudo para o programa Encceja

Exame é voltado para quem não concluiu os estudos na idade apropriada.

Foto: Reprodução

Milhares de pessoas em todo o país deverão fazer, no dia 29 de agosto, as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). O exame é voltado para quem não concluiu os estudos na idade apropriada. Por meio do Encceja, os participantes têm a oportunidade de conseguir a certificação tanto para o ensino fundamental quanto para o ensino médio. 

O exame, que estava inicialmente marcado para o dia 25 de abril, foi adiado devido ao agravamento da pandemia da covid-19 no Brasil. Ao todo, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 1,6 milhão de participantes estão confirmados. Os gabaritos das provas deverão ser divulgados no dia 1º de setembro. 

Para quem está se preparando para as provas, na página do Inep estão disponíveis apostilas gratuitas, além das provas de anos anteriores e dos respectivos gabaritos. 

Aqueles que desejam obter a certificação do ensino fundamental farão provas de ciências naturais e matemática pela manhã e de língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física, redação, história e geografia, à tarde. Para obter essa certificação é necessário ter pelo menos 15 anos completos no dia do exame. 

Os que desejam um certificado do ensino médio responderão a questões de ciências da natureza e matemática pela manhã e linguagens, redação e ciências humanas à tarde. Para fazer essas provas, é preciso ter pelo menos 18 anos completos. 

De acordo com o Inep, além de possibilitar que os estudantes sejam certificados e sigam adiante em suas trajetórias educacionais, o exame oferece parâmetros para autoavaliação que podem orientar os inscritos na continuidade da formação e na colocação no mercado de trabalho.

Os resultados do Encceja também são usados como referência nacional de avaliação. O exame possibilita, por exemplo, que os gestores educacionais utilizem esses dados para entender o cenário educacional e evitar que estudantes se atrasem na formação ou mesmo que abandonem os estudos.

Agência Brasil

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Covid-19: Pará tem um caso suspeito da variante Delta

O paciente está internado na UTI de um hospital particular da capital paraense. Ele seria residente dos Estados Unidos.

Foto: Reprodução

A variante Delta do novo coronavírus é classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma das chamadas "variantes preocupantes", por ser ainda mais infecciosa, com possibilidade de reinfecção em quem já teve a doença ou de possivelmente escapar da cobertura vacinal.

A mutação já está presente no Brasil e agora chegou no Pará. A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), confirmou nesta sexta-feira (30), um caso suspeito da variante no estado.

De acordo com o relatório técnico, o paciente está internado em um hospital particular da capital paraense. Ele reside nos EUA e após quatro dias de chegar em Belém, iniciou sintomas como dor de garganta e tosse, evoluindo para desconforto respiratório e necessidade de internação hospitalar.

A esposa do paciente também teria apresentado sintomas e estaria em isolamento. Não há informações ainda se seu caso é considerado suspeito.

DOL

Operação Amazônia Viva fortalece combate ao desmatamento ilegal no Pará

A 14ª etapa apreendeu maquinários e equipamentos usados em atividades ilícitas nos municípios que mais desmatam no estado: Altamira, Novo Progresso e São Félix do Xingu.

Foto: Reprodução

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) divulga os resultados do combate ao desmatamento ilegal no Pará, após a realização da 14ª Operação Amazônia Viva, que foi a campo em julho. Os alvos foram os municípios São Félix do Xingu, Altamira e Novo Progresso, na lista dos que mais desmatam no estado. A operação coordenada pela Semas, em atuação integrada com a Polícia Civil, Polícia Militar, Bombeiros e Centro de Perícias Renato Chaves, apreendeu maquinários e equipamentos usados em atividades ilícitas e destruiu acampamentos utilizados para a exploração clandestina de madeira.

Após a verificação por imagens de satélite, as equipes constataram em campo, uma área total de 11.586,22 hectares desmatada ilegalmente na região. A operação destruiu 13 acampamentos, dois tratores de pneu, um trator esteira, quatro motocicletas, 33 motosserras, dois camburões de combustível com capacidade para 200 litros, uma serraria do tipo "induspan", três geradores de energia elétrica, seis baterias, caixa de ferramentas, rádio comunicador, duas 2 bombas d’água e 200 litros de combustível.

Também foram apreendidas sete armas de fogo e 77 munições. Os policiais militares efetuaram 22 boletins de ocorrência, quatro termos circunstanciados de ocorrência (TCO), sete inquéritos por portaria e realizaram 33 perícias.

Os fiscais da Semas e a equipe apreenderam 492,65 m³ de madeira nativa em tora, 80,14 m³ de madeira serrada e 95 estacas. Durante a operação, foram lavrados 23 autos de infração, 43 termos de apreensão, 31 termos de depósito, dois embargos, 12 termos de destruição, uma interdição de serraria e uma notificação. Também foram lavrados onze termos de doação para entidades carentes de todo o mantimento apreendido.

Balanço

A Operação Amazônia Viva combate o desmatamento ilegal em áreas de gestão estadual, como parte da macroestratégia do Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), que visa a redução da emissão de gases de efeito estufa no Pará.

A ação faz parte da Força Estadual de Combate ao Desmatamento, um dos eixos do PEAA. A Amazônia Viva começou a ser realizada em junho do ano passado e em 14 etapas já embargou 236.840,91‬ hectares de áreas de desmatamento ilegal e apreendeu 8.680,79‬m³ de madeira derrubada de forma irregular.

O total de área embargada já corresponde a quase duas vezes o tamanho da cidade do Rio de Janeiro. Desde 2019, o Estado aumentou em cerca de 1.000% o contingente de fiscais na Semas e reforçou as ações de combate a ilícitos ambientais.

Agência Pará

Inscrições para o Fies terminam nesta sexta (30) às 23h59

Programa oferece nesta edição 69 mil vagas.

Foto: Reprodução

Termina hoje (30) às 23h59 o prazo de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 no site do programa. O Fies oferece financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação. O resultado será divulgado no dia 3 de agosto.

Pré-requisito

Para fazer a inscrição, o interessado deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e ter média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Vagas

Os candidatos podem escolher até três opções de curso/instituição/turno, por ordem de preferência. Em 2021 o Fies teve a oferta total de 93 mil vagas. Nesta seleção do segundo semestre, estão disponíveis 69 mil vagas distribuídas em 23.320 cursos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. A consulta pode ser feita na página do Fies.

Agência Brasil

Itaituba: COMTRI convoca motoristas de aplicativos para se regularizarem

Além dos motoristas, as plataformas também devem ser cadastradas.

Foto: Divulgação

A Coordenadoria Municipal de Trânsito de Itaituba (COMTRI) convoca, mais uma vez, os motoristas de aplicativos para se regularizarem perante ao município. Segundo Oricélia Miranda, agente de trânsito e diretora da guarda municipal, a determinação está estabelecida em um decreto que foi publicado no dia 19 de julho deste ano.

A atividade, por meio da Lei Municipal 3.533, é autorizada, no município, desde dezembro de 2020. Com isso e a publicação do decreto, os órgãos de fiscalização já podem fiscalizar se os motoristas possuem a Licença de Tráfego. Quanto a isso, é importante destacar que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece, no Artigo 2.318, que, para atuar no transporte remunerado de pessoas, é preciso ter tal documentação, que é expedida pelo município.

Por conta disso, os profissionais que ainda não se cadastraram devem comparecer à COMTRI, onde irão realizar o procedimento necessário e, assim, obter a licença, haja vista que o documento já está sendo exigido. “[…] caso não tenha essa licença, será autuado, e a lei define, como medida administrativa, a notificação e também a remoção do veículo”, alerta Miranda.

Além disso, Miranda pontua que as plataformas também devem ser cadastradas. Só que esse procedimento não é realizado na COMTRI, e sim na Secretaria Municipal de Arrecadação e Tributos (SEMAT). “A lei foi publicada em dezembro, e o decreto já saiu. Nesse período, já era para também estarem procurando a documentação. Nós já estamos na via fiscalizando, abordando e notificando os que estão fora da legalidade”.

Por fim, quanto à reivindicação por redução de impostos, almejada pela categoria, Miranda enfatiza que isso ainda não foi definido em lei. Portanto, o que atualmente está em vigor será seguido pelos órgãos de fiscalizações.

Plantão 24 horas


Estelionatários desviam R$ 150 mil da educação após clonarem celular de prefeito, em Jacareacanga

Casos semelhantes estão afetando diversas prefeituras da região norte, inclusive a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itaituba informou que o celular do prefeito Valmir Climaco também foi clonado.

Foto: Reprodução

Na tarde da última quarta-feira (28), a Secretaria de Educação do município de Jacareacanga foi alvo de ações criminosas. Segundo informações iniciais, os estelionatários clonaram o celular do prefeito Aurivaldo do Povo, ligaram para uma instituição financeira e desviaram cerca de R$ 150 mil do Fundo Nacional de Educação (Fundeb).

Na manhã de quinta-feira (29), o prefeito esteve prestando depoimento na delegacia de Polícia Civil e foi encaminhado para a Polícia Federal em Itaituba. Na delegacia, foi solicitada a presença do secretário de educação e a apresentação de aparelhos eletrônicos para a perícia.

Ainda de acordo com informações, a ação criminosa também está afetando diversas prefeituras da região norte, incluindo Itaituba. Para evitar danos, na manhã desta sexta-feira (30), a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itaituba informou que o celular do prefeito Valmir Climaco também foi clonado.


Foto: Reprodução

Todas as providências cabíveis estão sendo tomadas para evitar possíveis conflitos. 

On News, com informações O Impacto

Responsive Full Width Ad