Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Crianças indígenas são "sugadas" por maquinário de garimpo ilegal em Roraima, denunciam Yanomamis

Os dois meninos, de 5 e 7 anos, estavam brincando no rio, próximos a uma balsa no garimpo ilegal; um morreu e outro segue desaparecido.

Foto: Reprodução
Duas crianças Yanomami da comunidade indígena Makuxi Yano, em Roraima, morreram depois de terem sido dragadas por uma balsa de garimpo ilegal no rio Parima, no Norte do estado.

O caso ocorreu no final da tarde de terça-feira (12). Em nota, a associação Hutukara, que representa o povo Yanomami, informou que os garotos brincavam no rio, perto da balsa quando teriam sido “sugados e cuspidos” para o meio do rio e levados pela correnteza. Um deles, de 5 anos, morreu e teve o corpo encontrado na quarta (13). O outro, de 7, segue desaparecido. 

Segundo o relato de lideranças locais ao Conselho de Saúde Indígena Yanomami e Ye'kuana (Condisi-YY), ligado ao Ministério da Saúde, as máquinas ficam na beira do rio, e as crianças foram jogadas na água após acionarem "algum objeto". 

O Corpo de Bombeiros de Roraima foram acionados para trabalhar na busca da criança desaparecida. 


Carta Capital

Nenhum comentário

Postar um comentário

Publicidade

Responsive Full Width Ad