Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Mulher que humilhou funcionários em padaria é condenada

Lidiane Brandão Biezok foi condenada, na esfera cível, a pagar indenização por danos morais a funcionário da padaria. Defesa alega que Lidiane sofre de transtornos mentais.

Foto: Reprodução
Em novembro do ano passado, Lidiane Brandão Biezok, de 45 anos, fez ataques homofóbicos, agrediu clientes e destratou funcionários de uma padaria, em São Paulo. Ela foi condenada pela Justiça do Estado a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais.

A decisão, publicada no dia 9 de setembro, é da juíza Eliana Adorno de Toledo Tavares, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível do Foro Central Juizados Especiais. A defesa de Osvaldo da Silva Santana, funcionário da padaria, havia pedido indenização de R$ 31.350,00, mas a juíza determinou a diminuição do valor.

A defesa de Lidiane, que não recorreu da decisão, alega que ela sofre de doença mental grave e estava em surto durante o episódio na padaria. Lidiane Brandão Biezok ainda responde a outros três processos judiciais na esfera cível, ajuizados por uma funcionária da padaria e dois clientes.

A condenação na esfera cível não encerra a possibilidade de que Lidiane seja presa. Ela é ré em processo criminal, acusada por injúria racial, lesão corporal e homofobia.


DOL

Nenhum comentário

Postar um comentário

Publicidade

Responsive Full Width Ad