Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

Itaituba: Município registra novos casos de Covid-19 e Secretaria de Saúde alerta sobre a importância da vacinação

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), aproximadamente 60 pessoas ao dia realizam testes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e 50% dos resultados são positivos. Consultado pelo Portal On News, o Prof. Dr Jefferson Nascimento esclarece algumas dúvidas sobre esse cenário.

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (22), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), divulgou o aumento de novos casos de Covid-19 em Itaituba, sudoeste do Pará. 

Segundo informações do secretário de saúde, Iamax Prado, aproximadamente 60 pessoas ao dia realizam testes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) - que continua referência ao combate da doença- onde 50% recebem resultado positivo para o vírus. 

Ainda de acordo com o secretário, a maioria dos casos positivados não evoluem para um estado grave devido as campanhas de vacinação contra a Covid-19 e segue alertando a população sobre a importância de tomar o imunizante que está sendo disponibilizado nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). 

A vacinação é a forma mais eficaz de frear a contaminação e o surgimento de novas variantes do coronavírus. Apenas a imunização em massa protege todas as pessoas da comunidade e diminui o risco de contágio. Neste caso, optar pela imunização completa é proteger não apenas a si próprio, mas também toda a sociedade.

Para informar e conscientizar os leitores, o Portal On News consultou o Prof. Dr. Jefferson Nascimento, pós-doutor em Cenários Epidemiológicos. O mesmo lembra que a pandemia não acabou e qualquer forma de flexibilização de combate a ela não deve ser confundida com o abandono total das medidas de segurança, como por exemplo, deixar de utilizar máscaras, deixar de manter os hábitos de higiene (como lavar bem as mãos com água e sabão), a utilização do álcool em gel, evitar aglomerações, entre outros. 

Além disso, segundo o Dr. Jefferson Nascimento, o que Itaituba está sofrendo neste momento é um indicativo de algo muito maior. 

“Com certeza há um número maior que 30 pessoas por dia sendo positivadas para a Covid-19, pois apenas aqueles que estão apresentando os sintomas estão indo buscar ajuda médica. Devemos sempre nos lembrarmos que cerca de 80% das pessoas infectadas com o novo Coronavírus não apresentam os sintomas da Covid-19 e estão por aí contaminando outras pessoas e, estes não foram até a UPA fazerem testes". Explica o epidemiologista. 

Ao continuar a explicação sobre esse episódio que ainda assola o município, o professor explica que deve-se olhar para um passado recente, pois se já está com estes números oficiais de 30 pessoas por dia sendo diagnosticadas com a Covid-19, significa que há má interpretação na flexibilização das medidas -autorizadas pelo município- de combate à pandemia por parte da população e, por consequência disto, em pouco tempo os casos voltam a subir. 

Sobre a vacinação

O Prof. Dr. Jefferson Nascimento informa que mesmo quem está imunizado com a vacina (seja com a dose única ou com todas as doses tomadas – incluindo a de reforço) não garante que a pessoa não vá se contaminar. 

A imunização pela vacinação, para a grande maioria das pessoas, garante que ela não desenvolva os sintomas mais graves, porém, estando infectada (com probabilidade de estar assintomática) ela infectará outras pessoas e todo aquele cenário epidemiológico trágico que já foi visto, vai se repetir.

“Mesmo uma pessoa vacinada (a minoria) pode evoluir ao caso mais grave da doença e ir a óbito. Então, flexibilizar atividades sociais e as medidas de distanciamento social, não significa flexibilizar ou mesmo deixar de manter as medidas de proteção contra o novo Coronavírus. Quando isso acontece, chegamos no atual cenário que a cidade de Itaituba está passando neste momento. Se as medidas de combate à doença não forem retomadas fortemente pela população, aproximadamente em um mês, poderemos ter um caos na saúde pública e privada em Itaituba”. Conclui o Epidemiologista.


On News

Nenhum comentário

Postar um comentário

Publicidade

Responsive Full Width Ad