Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

Mostrando postagens com marcador Destaques. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Destaques. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 0

Foto: Agencia Brasil
 

Benefício é de pelo menos R$ 400 por família

A Caixa Econômica Federal encerra hoje (23) o pagamento da segunda parcela do Auxílio Brasil. Nesta quinta-feira, receberão os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 0.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1433558&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1433558&o=node

O benefício é de, no mínimo, R$ 400 por família. As datas de pagamento seguem o modelo do antigo Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês. Em dezembro, em função do feriado de Natal, os pagamentos vão até hoje, com a antecipação em uma semana em relação ao calendário regular.

Veja a tabela:



Podem receber o Auxílio Brasil as famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza.

O beneficiário pode consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Agencia Brasil/ On News

quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

Pesquisador Paraense e pesquisadores do Espírito Santo têm artigo publicado na página da OMS sobre a Covid-19 no Brasil.

 A publicação detalha sobre a forma de propagação do Coronavírus no Brasil, já no início da pandemia.






O Físico Paraense, Prof. Dr. Jefferson Nascimento (Pós-doutorado em Cenários epidemiológicos) juntamente com os Prof. Dr. Carlos Passos (Físico/UFES), Prof. Dr. Estefano (Engenheiro/IFES) e o Prof. Dr. José Lourenço (Físico/UFES) apresentaram resultados de uma pesquisa científica em um artigo que passou a compor o banco de dados de informações de alta importância no combate ao novo Coronavírus da Organização Mundial de Saúde (OMS). Um fato que para os pesquisadores equivale a um feito histórico para a Ciência Brasileira. A publicação detalha sobre a forma de propagação do Coronavírus no Brasil, já no início da pandemia. Os autores receberam a notícia com muito entusiasmo, na semana passada que foi compartilhada a redação do On News, pelo pesquisador Jefferson Nascimento.

Prof. Dr. Jefferson Nascimento; Prof. Dr. Carlos Passos; Prof. Dr. José Lourenço e Prof. Dr. Estefano

“A Ciência Nacional se encontra num cenário de além de ter que combater à pandemia, precisa combater também a propagação de fake news e o próprio negacionismo científico (como campanhas para desqualificar a eficácia de vacinas e a utilização de medicamentos que não fazem efeito algum contra o novo Coronavírus)”. Ressaltou.

Foto Reprodução 


O artigo que está disponível no link https://pesquisa.bvsalud.org/global-literature-on-novel-coronavirus-2019-ncov/resource/pt/ppmedrxiv-20212829, apresenta um método proposto pelos autores para investigar de que forma o Coronavírus atua durante as interações pessoais para que ocorra o contágio pessoa-pessoa. O trabalho científico iniciou junto com a Pandemia e segue em desenvolvimento até este momento. Tanto que nesta semana houve a mais recente publicação dos autores sobre a Pandemia do novo Coronavírus, disponível em http://www.ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3612/1867.

Já bem no início da Pandemia, os autores previram os casos de novas infecções e óbitos, por meio da observância de uma equação chamada de Johnson-Mehl-Avrami-Kolmogorov (JMAK) e conseguiram apontar a direção correta para a evolução da virose, em todos os estados do Brasil.

 De acordo com os Prof. Dr. Carlos Augusto e o prof. Dr. Jefferson Nascimento “[...] o modelo indicou que a taxa de nucleação foi de quarta ordem e isto teve como significado que os brasileiros estavam se aglomerando sem respeitar as medidas de distanciamento social e a prevenção básica de combate à virose. Algo que é obvio hoje em dia, mas não era com apenas alguns dias de pandemia e já conseguíamos enxergar este fato e o impacto dele a longo prazo como sendo ‘catastrófico’ para o Brasil”, conforme uma das figuras contidas no artigo:

Foto Reprodução: 

http://www.ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3612/1867.


Ainda de acordo com os autores, a figura mostra inicialmente quatro grupos de pessoas, dois infectados (vermelho) e dois não infectados (verde), após o encontro deles, de acordo com o modelo proposto pelos pesquisadores, o resultado são os quatro últimos grupos, em que confirma a contaminação em massa da população, quando não seguem as medidas de combate à doença.

Este resultado indicava que já no início da pandemia era necessária uma medida drástica: o Lockdown, com o fechamento das vias aéreas, terrestres e marítimas para tentar evitar todo o cenário que o Brasil vivenciou na primeira e segunda ondas da Covid-19. O comportamento da população previsto indicava para um caos anunciado, com um aumento elevado em números de infectados e mortes, o que levaria os sistemas de saúde público e privado no Brasil, bem como o funerário também, a entrarem em colapso. Fato este que se confirmou ainda em meados do primeiro semestre de 2020 e depois na segunda onda ainda no segundo semestre de 2020 e começo de 2021.

“O trabalho agora consiste em modificarmos aquela equação utilizando uma generalização da entropia de Boltzmann–Gibbs proposta por Constantino Tsallis (CBPF/RJ - Brasil) que descreve adequadamente o comportamento em lei de potência de uma vasta gama de fenômenos, por exemplo, epidemias e, neste caso, a pandemia do novo Coronavírus”. Destacaram.

Algo já previsto também pelos autores é o impacto da baixa adesão à vacinação em muitos municípios Brasileiros, que está sendo considerado no modelo de previsão da pandemia. Como as medidas de contenção no Brasil, contra a Covid-19, falharam muito e ainda falham, já se previa o forte impacto de novos casos de infecções e óbitos pela baixa adesão à vacinação e a consequente liberação de atividades sociais que aglomeram, o que requer total atenção por parte do poder público, como é o caso da região do Tapajós no Pará. Após vários eventos festivos (shows com a participação de artistas, aglomerações etc.) que ocorreram na região, os novos casos de infecções dispararam.

 

On News





quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

Itaituba: Dois jovens morrem em acidente de trabalho no Distrito de Campo Verde

  Os jovens estavam trabalhando em uma oficina quando foram atingidos por  um objeto pesado.  

Foto reprodução redes sociais


Dois jovens morreram na tarde de quarta-feira(8) após um acidente de trabalho no distrito de Campo Verde km 30 em Itaituba, sudoeste do Pará. O acidente ocorreu em uma oficina mecânica. 

De acordo com informações, um jovem de 17 anos por nome  Leandro Alves de Souza e o outro identificado como Jefferson Oliveria Svet, de 20 anos, estavam em um caminhão munck, tirando outro caminhão de cima quando de repente caiu um objeto pesado sobre os dois jovens. 

Jefferson morreu na hora e  Leandro, chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital Municipal de Itaituba, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

A Polícia Militar do distrito de Campo Verde, foi acionada e fizeram o isolamento da área. Logo após, o Instituto Médico Legal (IML), foi chamado para fazer a remoção do corpo. 

Segundo informações, após a liberação dos corpos pelo IML, Leandro será velado no distrito onde nasceu, já o corpo de Jefferson será levado para Sinop/MT. 


On News/ Plantão 24 horas

 

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Renda Pará: com novo decreto, apenas famílias vacinadas receberão benefício

 Nova rodada inicia amanhã (9), e cada beneficiário vai receber R$ 100, mas pagamento será condicionado à vacinação.

Foto reprodução

O governador Helder Barbalho anunciou, que o Estado terá uma nova rodada do programa especial de transferência de renda criado durante a pandemia, denominado Renda Pará. Assim como nas duas primeiras rodadas, serão distribuídos R$ 100 reais às famílias cadastradas no antigo programa Bolsa Família (hoje Auxílio Brasil). Pagamento começa amanhã (9). 

De acordo com o governador, ao todo, o programa alcança um milhão de famílias. Portanto, o investimento para esta terceira rodada foi de R$ 100 milhões. Porém, com uma nova regra: só vai receber quem comprovar que está vacinado contra a covid-19. 

 
"Dessa vez, nós estamos fazendo o Renda Pará Vacinado. Ira receber o recurso todos os usuários do Bolsa Família eu estejam vacinados, em dia com sua vacina. Aqueles que não estiverem, não serão contemplados com esse benefício. Por isso, estamos prestigiando quem se vacinou", disse Helder.   


On News / O Liberal

terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Aos 72 anos, morre a atriz Mila Moreira

 Causa da morte não foi divulgada 

Foto facebook Mila

 

Morreu ontem (6), no Rio de Janeiro, a atriz Marilda Moreira da Silva, conhecida por Mila Moreira. Ela tinha 72 anos e estava internada no Hospital Copa Star, em Copacabana. A causa da morte não foi divulgada. 

Mila começou a trabalhar como modelo nos anos 60. Nos anos 70, foi jurada do programa do Chacrinha.
 

Ela foi uma das primeiras modelos a migrarem do mundo da moda para as novelas de televisão. Em 1979, trabalhou na sua primeira novela: Marrom Glacê, de Cassiano Gabus Mendes, na Rede Globo. 

Participou de mais de 30 novelas e minisséries para a televisão. No cinema, trabalhou em seis produções. 

Mila Moreira foi casada com o designer Hans Donner e com os atores Luis Gustavo, Gracindo Junior e Eduardo Conde. 


Agência Brasil

 

segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Novo Progresso: Garimpeiro revê família após mais de 40 anos longe de casa

 Osvaldo foi encontrado ao procurar (sem documentos) a Secretaria Municipal de Saúde da       Prefeitura de Novo Progresso.  

Foto reprodução

Um garimpeiro identificado como Osvaldo Pereira da Costa, de 55 anos, após mais de 40 anos longe de casa reencontrou a sua família em Pio XII, a 270 km de São Luís. Osvaldo Pereira, que vivia na cidade de Novo Progresso, situado no interior do estado do Pará, perdeu o contato com os parentes depois de fugir de casa com apenas 13 anos de idade. 

Ele fugiu de casa para ir em busca de riqueza nos garimpos da região Norte. Antes de morar no Pará, Osvaldo morava com a sua família no Povoado Centro dos Torres, distante cerca de 10 km de Pio XII. 

Foram mais de dois dias dentro de um ônibus para chegar até a sua terra natal, e mesmo assim o garimpeiro fez questão de ir primeiro agradecer ao tabelião do cartório que se empenhou na busca pelo registro dele. Para Marcos Thadeus Nascimento, tabelião de Pio XII, foi gratificante ajudar o garimpeiro. “A gente percebe que ele tá muito feliz e tá podendo tirar os seus documentos, revendo a sua família e pra mim isto foi muito importante”. 

Foto reprodução


Do cartório, ele e o seu irmão, o comerciante Raimundo Pereira Costa, seguiram direto para a casa da mãe. A mãe dele, Neri Miguel Pereira, permanecia sentada na porta de casa. Emocionados, mãe e filho se abraçaram como não faziam há décadas. 


Folha do Progresso
 

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Câmara instala comissão especial para debater proposta que institui o Estatuto do Aprendiz

O contrato de aprendizagem profissional deverá ser anotado na Carteira de Trabalho (Foto reprodução)


 O projeto também prevê que o empregador assegure a formação técnico-profissional metódica, compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico.

Foi instalada na ultima quarta-feira (1º) a comissão especial para analisar a proposta que institui o Estatuto do Aprendiz (PL 6461/19). O projeto de lei, apresentado por 26 deputados, estabelece condições sobre o trabalho do aprendiz, sua formação profissional e contratação, seus direitos e garantias, bem como sobre os deveres e obrigações dos contratantes.

O projeto também prevê que o empregador assegure a formação técnico-profissional metódica, compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico.

A comissão será composta por 34 deputados e igual número de suplentes. Projetos de lei cujo conteúdo envolva assuntos de competência de mais de três comissões permanentes são analisados por uma comissão especial, que substitui todas as outras.

Fonte: Agência Câmara de Notícias / On News

Publicidade

Responsive Full Width Ad