Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

Mostrando postagens com marcador Destaques. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Destaques. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Itaituba: Após denúncia, quarteto é detido suspeito de tráfico de drogas no Bairro Bela Vista

A detenção ocorreu na tarde de quarta-feira (20). Além de entorpecentes, a PM encontrou um simulacro de arma, um relógio e dois celulares.

Foto: PM (Reprodução)
Na tarde de quarta-feira (20), a Polícia Militar realizou a detenção de quatro pessoas suspeitas de envolvimento com tráfico de drogas em Itaituba, sudoeste do Pará. O quarteto foi localizado em uma residência do Bairro Bela Vista.

A PM localizou os suspeitos após uma denúncia anônima. De posse das informações, os policiais seguiram para o local e encontram um jovem de nome Erijhonson, que estava comercializando e fazendo uso de entorpecentes.

Após busca pessoal, foi encontrado, uma substância de entorpecente similar a cocaína. O homem informou que o dono do entorpecente, seria um jovem de nome Gildson que estava dentro da residência.

Após ser abordado pelos PMs, Gildson assumiu ser o dono do entorpecente e disse onde estava o restante do material.

Diante disso, as quatro pessoas envolvidas foram detidas em flagrante e encaminhadas à 19ª Seccional de Polícia Civil, para a realização dos procedimentos cabíveis.

Material apreendido

  • 1 simulacro de arma;
  • 1 relógio;
  • 2  celulares;
  • 74 gramas de uma substância entorpecente similar a cocaína;
  • 13 papelotes de uma substância similar a cocaína (11 gramas);
  • 2 papelotes de uma substância entorpecente similar a maconha (2 gramas).

Foto: PM (Reprodução)



On News/Plantão 24 horas News

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em fevereiro

O benefício tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

Foto: Reprodução
Trabalhadores informais nascidos em fevereiro recebem hoje (21) a sétima parcela do auxílio emergencial em 2021. O benefício tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. 

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro é depositado nas contas poupança digitais e pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

Também hoje, recebem a sétima parcela do auxílio emergencial os participantes do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de final 4. As datas da prorrogação do benefício foram anunciadas em agosto.

Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros estão sendo beneficiados pela rodada do auxílio emergencial deste ano. O benefício começou a ser pago em abril.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da sétima parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 18 e segue até o dia 29. O auxílio emergencial somente é depositado quando o valor é superior ao benefício do programa social.

Em todos os casos, o auxílio está sendo pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à atual rodada (veja guia de perguntas e respostas no último parágrafo).

O programa se encerraria em julho, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas. A partir de novembro, o público do Bolsa Família será migrado para o Auxílio Brasil, caso o programa social, autorizado por medida provisória, seja criado.


Agência Brasil

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Helicóptero carregado de cocaína cai e duas pessoas morrem carbonizadas

O acidente ocorreu nesta quarta-feira (20), em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Helicóptero caiu na fronteira com o Paraguai (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Um helicóptero que transportava cocaína caiu em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, nesta quarta-feira (20), e matou duas pessoas carbonizadas. O local da queda é próximo à fronteira do Brasil com o Paraguai.

A aeronave caiu em uma propriedade rural a 30 quilômetros da cidade de Ponta Porã, que fica a mais de 300 quilômetros de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Com a queda, vários tabletes da droga transportada, que, de acordo com informações preliminares, era cocaína, ficaram espalhados entre os destroços do helicóptero.

Equipes da Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) foram chamadas para o local do acidente. A identidade das vítimas é desconhecida.


Isto é

Itaituba: Empresa alerta sobre queimada próximo à fiação elétrica

O número de registros na região de Itaituba, que também envolve os municípios de Trairão, Rurópolis, Jacareacanga, Novo Progresso e Aveiro, passou de 70 (registrados em 2020) para 250 ocorrências até metade de outubro deste ano.

Foto: Reprodução
Esta época do ano um fato preocupante acaba se tornando bastante comum na região oeste do Pará: o aumento dos focos de queimadas. A situação é preocupante para a Equatorial Energia por conta dos riscos que as queimadas provocam, principalmente quando ocorrem próximas à fiação elétrica e causam interrupções no fornecimento de energia. 

Um levantamento realizado pela empresa identificou que somente este ano já foram registradas mais de 620 ocorrências de falta de energia decorrentes de queimadas somente na região. O número é surpreendente, principalmente em relação ao ano passado, quando foram em torno de 160 ocorrências. 

O município de Santarém é onde há a maior quantidade de registros. Só este ano já foram 299. Em 2020, houve 73 registros. Já na região de Itaituba, que também envolve os municípios de Trairão, Rurópolis, Jacareacanga, Novo Progresso e Aveiro, o número passou de 70 (registrados em 2020) para 250 ocorrências até metade de outubro deste ano.

De acordo com o gerente da manutenção da Equatorial Pará, Matheus Ribeiro, além dos transtornos para a população, o fogo pode atingir vários postes e muitos metros de rede, fazendo com que o serviço para recompor a estrutura demande um tempo considerável. “Em casos de incêndios próximos a rede elétrica o Corpo de Bombeiros deve ser chamado imediatamente, por meio do número 193. Caso o fogo esteja atingindo uma rede elétrica energizada, não deve haver aproximação e a Equatorial Pará deve ser acionada para tomar as medidas relativas à distribuição de energia”, reforça.

Confira algumas dicas de como evitar queimadas e esses riscos com a rede elétrica:

• Evite acender fogueiras, principalmente próximo a rede elétrica;

• Não jogue pontas de cigarro acesas às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação;

• Apague com água as cinzas de fogueiras para evitar que o vento leve as brasas para as matas e não coloque fogo em terrenos baldios ou lixões;

• Vale destacar que contribuir para as queimadas é crime.


Ascom/ Equatorial


Brasil chega a 50% da população com esquema vacinal completo contra Covid-19

Mais de 106,7 milhões de pessoas receberam as duas doses ou a vacina de dose única, de acordo com consórcio de veículos de imprensa.

Foto: Reprodução
Brasil alcançou, nesta quarta-feira (20), 50% da população com esquema vacinal completo contra Covid-19. Mais de 106,7 milhões de pessoas receberam as duas doses ou a vacina de dose única e estão protegidas contra a doença, que matou mais de 603 mil brasileiros.

Na população acima de 18 anos, público inicial da campanha de vacinação, os completamente vacinados representam 65,93%.

Os vacinados com apenas uma dose já são 71,41% da população, ou 152.325.559. No entanto, especialistas afirmam que a proteção só é atingida com o esquema vacinal completo.

Quantas doses cada estado recebeu até 20 de outubro:

AC: 1.015.363

AL: 4.610.825

AM: 5.919.990

AP: 1.103.710

BA: 21.090.373

CE: 13.469.508

DF: 4.644.671

ES: 6.625.360

GO: 10.318.170

MA: 9.026.875

MG: 32.590.459

MS: 4.310.395

MT: 4.849.311

PA: 11.179.475

PB: 5.104.223

PE: 13.471.920

PI: 4.519.205

PR: 17.128.390

RJ: 26.015.376

RN: 5.171.460

RO: 2.039.088

RR: 848.203

RS: 17.819.216

SC: 11.263.694

SE: 3.307.625

SP: 67.967.190

TO: 2.200.155


G1

Itaituba: Casa abandonada pega fogo e chamas assustam moradores no Bairro da Paz

Chamas se espalharam rapidamente destruindo parte da estrutura do imóvel e o que estava em seu interior. Ninguém ficou ferido. As causas do incêndio, até então, são desconhecidas.

Foto: Reprodução

Uma casa abandonada pegou fogo na manhã desta quarta-feira (20), no Bairro da Paz, em Itaituba, no sudoeste do Pará. As chamas se espalharam rapidamente, assustando a vizinhança do local.

De acordo com informações, o incêndio ocorreu por volta das 9h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado e as chamas foram controladas. Uma equipe de socorristas também se deslocou para o local.

Apesar do esforço dos bombeiros, a parte superior do imóvel e o que estava em seu interior foram totalmente destruídos. De acordo com o sargento Alexandre, não havia ninguém dentro do imóvel e  até o momento, o proprietário da casa ainda não havia sido localizado.

Foto: Weslen Reis/Plantão 24 horas News
Populares e vizinhos do local, relataram que usuários de drogas costumam frequentar a residência e o fogo pode ter sido provocado por um deles. A Polícia vai investigar as reais causas do incêndio.

Foto: Weslen Reis/Plantão 24 horas News


On News/Plantão 24 horas News

Itaituba: Homem é preso por estupro de vulnerável em Região Garimpeira

Francisco Henrique, de 39 anos, teria abusado sexualmente de dois menores de idade; O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (20).

Francisco Henrique da Conceição, 39 anos - Foto: Reprodução
Nesta quarta-feira (20), um homem, identificado como Francisco Henrique da Conceição, de 39 anos foi preso por estupro de vulnerável de dois menores de idade, um de 11 anos e outro de 5. A denúncia foi feita por moradores do Garimpo Mamual, Itaituba, sudoeste do Pará. 

Segundo a denúncia, o fato teria ocorrido na madrugada desta quarta-feira (20), por volta das 04h30. A mãe das vítimas escutou os gritos das crianças e correu até o local, ao chegar, se deparou com o acusado em cima da cama sem suas vestes. Francisco ao vê-la fugiu rapidamente do local. 

Populares que estavam próximos e presenciaram toda a ação, contiveram a tentativa de fuga do acusado que ainda estava sem roupas até a chegada de uma guarnição da Polícia Militar. 

Os militares revistaram o local do abuso e encontraram vestígios que comprovam todas as acusações, como o celular e roupas do acusado. 


On News

Jacareacanga: vice-prefeito e presidente da cooperativa de garimpeiros são soltos mediante fiança

Eles haviam sido presos pela Polícia Federal durante a operação Mundurukânia 2, deflagrada no mês de junho deste ano para combater o garimpo ilegal em terras indígenas.

Foto: Reprodução

O vice-prefeito do município de Jacareacanga, sudoeste do Pará, Valmar Kaba, e o presidente da Cooperativa de Garimpeiros, Alan Carneiro, foram soltos após o pagamento de fiança.

Eles foram presos pela Polícia Federal durante a operação Mundurukânia 2, deflagrada no mês de junho deste ano para combater o garimpo ilegal em terras indígenas na cidade. A ação ocorreu com o apoio de homens da Força Nacional de Segurança Pública e a Força Aérea Brasileira.
 
Valmar Kaba foi preso no dia 8 de julho. Ele não havia sido localizado quando a operação foi deflagrada. O vice-prefeito, segundo a polícia, é um dos envolvidos nos ataques à base operacional durante a citada operação e se entregou, espontaneamente, à Polícia Federal de Itaituba. A prisão dele foi decretada pela Vara Federal de Itaituba.

A liberdade do vice-prefeito ocorreu após a audiência de instrução e julgamento do processo e foi condicionada ao pagamento de fiança. O valor não foi divulgado. Além dele, o presidente da Cooperativa dos Garimpeiros de Jacareacanga, Alan Carneiro, também foi solto.

Os réus foram denunciados por quatro crimes, segundo a PF.


Portal Buré


Itaituba: Homem fica ferido após pular de prédio para fugir da polícia

Fato ocorreu na noite de terça-feira (19), em um prédio na 7ª rua do bairro Bela Vista.

Foto: Reprodução
Um homem, identificado como Ivan da Costa Moura, foi preso na noite de terça-feira (19), na 7ª rua do bairro Bela Vista, por suspeita de tráfico de entorpecentes.

Na ocasião, os policiais militares receberam uma denúncia anônima de que no local, um prédio residencial de dois andares, estaria sendo comercializada uma grande quantidade de drogas.

De posse dessa informação, uma guarnição da Polícia Militar encaminhou-se até ao local e ao perceber a chegada da polícia, o suspeito Ivan da Costa, pulou do segundo andar do prédio, numa tentativa de fugir do flagrante policial, mas foi capturado.

Com o suspeito, os policiais encontraram três embalagens de entorpecentes e o valor de R$ 217,00 reais.

A Polícia Militar acionou o Corpo de Bombeiros para fazer os primeiros atendimentos médicos em Ivan, após isso os policiais pediram autorização por escrito para a irmã do suspeito para fazer revista na casa e encontraram várias porções de entorpecentes no quarto do suspeito, totalizando 300 gramas de maconha e uma balança de precisão. Ivan foi encaminhado para o hospital municipal para posteriormente ser apresentado na Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido.


On News/Plantão 24hrs News

Copa do Brasil: Athletico-PR encara Flamengo em 1º duelo da semifinal

 A partida será às 21:30 na Arena da Baixada.

Foto: Reprodução
Athlético-PR e Flamengo começam a decidir, na noite desta quarta-feira (20), em Curitiba, quem vai à final da Copa do Brasil. O Furacão não vai contar com os volantes Christian e Richard - suspensos por cartão - nem com o lateral-esquerdo Pedrinho e o atacante Guilherme Bissoli, por já terem defendido clubes na competição. A partida será às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada.

Foto: Reprodução
Metade da capacidade da Arena da Baixada está liberada ao público, o equivalente a mais de 20 mil pessoas. O técnico Alberto Valentim fala do fator torcida neste duelo, que ficou na bronca após a derrota para o Fluminense por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro.

“A expectativa da torcida é vir na Arena, ver uma vitória e ficar muito insatisfeita quando o resultado não vem, porque é uma equipe grande, finalista da Copa Sul-Americana, semifinalista da Copa do Brasil”, analisou Valentim durante coletiva.

Foto: Reprodução
No Flamengo, o atacante Pedro treinou normalmente e está relacionado para o confronto contra o Furacão. No entanto, David Luiz, Bruno Henrique e Arrascaeta seguem no departamento médico.

Depois do empate sem gols contra o Cuiabá no Maracanã, no último domingo (17), o técnico Renato Gaúcho já tem a fórmula para enfrentar uma nova retranca.

“É mais fácil destruir do que construir no futebol. No momento que você pega um adversário bem fechado, tem que jogar rápido, virar o jogo, trocar passes, buscar jogadas pela linha de fundo, de preferência, com jogadores que cabeceiem bem dentro da área”, explicou o treinador rubro-negro carioca.


Agência Brasil

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em janeiro

Também recebem hoje inscritos no Bolsa Família com NIS 3.

Foto: Reprodução
Trabalhadores informais nascidos em janeiro recebem hoje (20) a sétima parcela do auxílio emergencial em 2021. O benefício tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro é depositado nas contas poupança digitais e pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

Também hoje, recebem a sétima parcela do auxílio emergencial os participantes do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de final 3. As datas da prorrogação do benefício foram anunciadas em agosto.

Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros estão sendo beneficiados pela rodada do auxílio emergencial deste ano. O benefício começou a ser pago em abril.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da sétima parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 18 e segue até o dia 29. O auxílio emergencial somente é depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Em todos os casos, o auxílio está sendo pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à atual rodada (veja guia de perguntas e respostas no último parágrafo). O programa se encerraria em julho, mas foi prorrogado até este mês, com os mesmos valores para as parcelas. Uma extensão do auxílio emergencial até o fim de 2022 está em discussão no governo.


Agência Brasil

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Governo adia anúncio de auxílio de R$ 400 após divergências e reações negativas

Pela manhã, a informação de que o governo pagaria R$ 400 até o final de 2022, dada por dois ministros, provocou turbulência no mercado.

Foto: Reprodução
Diante da reação do mercado e da equipe econômica, o governo federal decidiu adiar o anúncio do novo valor do Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família.

Pela manhã, a informação de que o governo pagaria R$ 400 até o final de 2022, dada por dois ministros, provocou turbulência no mercado. Se confirmada, representaria uma vitória da ala política do governo, que defendia um valor maior do que o proposto pela equipe econômica, de R$ 300.

Apesar do adiamento, o presidente Jair Bolsonaro ainda mantém a intenção de fixar o valor em R$ 400. O adiamento servirá para decidir como alcançar esse objetivo sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A última parcela do auxílio emergencial, de R$ 300, está sendo paga neste mês. A partir de novembro, entra em vigor o novo Auxílio Brasil, programa lançado por Bolsonaro para tentar tirar a marca do Bolsa Família de circulação, associada aos governos petistas, que vão disputar a eleição do ano que vem com o atual presidente da República.

O novo valor, para respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal, seria pago em parte pelo orçamento previsto pelo antigo Bolsa Família, atingindo até R$ 300. Essa parte ficaria dentro do teto dos gastos públicos. Os R$ 100 restantes permaneceriam fora do teto, mas como um pagamento temporário. Com isso, o governo não precisaria criar uma nova fonte de receita.

A ala política do governo vinha defendendo um valor maior para o novo programa social do governo, visando recuperar a imagem do presidente principalmente no próximo ano, quando ele vai disputar a reeleição. A equipe econômica defendia manter o valor de R$ 300, que já representaria um aumento em relação ao pagamento médio atual, de R$ 189.

A última versão previa reajuste do Bolsa Família, que tem valor médio de R$ 189, acima de 20%, passando o valor para cerca de R$ 240. Esse seria um programa permanente, com valor dentro do teto dos gastos públicos, com recursos já definidos. Seria criado, ainda, um benefício variável transitório, com data de validade até o fim do ano que vem, para complementar um valor de, no mínimo, R$ 400 para as 17 milhões de famílias.

Como esse benefício seria transitório, e não permanente, poderia ser criado sem fonte de receita definida e bancado fora do teto dos gastos públicos. O Bolsa Família abrange cerca de 14,7 milhões de famílias, público que vai passar para 17 milhões de famílias.

A equipe econômica, comandada pelo ministro Paulo Guedes, era contra qualquer pagamento fora do teto dos gastos públicos. Agora, as previsões são de que, dos R$ 84 bilhões que devem ser destinados aos novos programas sociais, mais de R$ 30 bilhões ficarão fora do teto dos gastos públicos.


G1

Itaituba: Câmara aprova projeto de lei que estabelece mandato de três anos para cargos de diretores e vice-diretores de escolas

Apenas três parlamentares foram contrários à decisão; Lei foi sancionada por Valmir Climaco.

Foto: Ascom /CMI
O Prefeito de Itaituba, sudoeste do Pará, Valmir Climaco, sancionou uma lei que estabelece mandato de três anos para os cargos de diretores e vice-diretores de escolas da rede municipal de ensino. O projeto que prevê a alteração foi aprovado pela Câmara Municipal e recebeu apenas três votos contrários.

Até então, através da Lei Municipal Nº 2.485/2012, aos cargos de diretores e vice-diretores, é previsto um mandato de dois anos, podendo haver reeleição para novos pleitos. No entanto, pensando na continuidade de bons gestores na escola, o artigo 18 da lei foi alterado, mudando a determinação da lei, que, agora, prevê o aumento do mandato, podendo este ser renovado, caso atenda aos critérios de mérito e desempenho.

De acordo com Vereador Professor Thiago Maciel, autor do projeto de indicação, a ideia de mudança já vinha sendo trabalhada há algum tempo; e, sobretudo, passou pelo sindicato e foi levada para a categoria, que, praticamente, aceitou a proposta por unanimidade.

Lázaro Guedes, membro da Escola Municipal Magalhães Barata, realçou que, quando surgiu a ideia, foram levantadas algumas polêmicas. Contudo, o projeto foi ouvido pela categoria, dúvidas foram sanadas e todos foram a favor da decisão.

Foto: Ascom /CMI

“A gente tentou conciliar o projeto. Levamos essa discussão para dentro do sindicato. Fizemos uma assembleia com toda a categoria (direção da escola) e ouvimos a opinião deles, se o projeto era favorável e se vinha trazer benefício para os trabalhadores, e todos votaram a favor. Hoje, foi aprovado. É mais uma vitória da categoria. Isso é um avanço da democracia” Disse Lázaro.

Quanto a mudança, Mário Farias, diretor da escola Joaquim Caetano Corrêa, reiterou que, é uma oportunidade de os gestores darem continuidade aos serviços com mais qualidade.” As eleições vão continuar democraticamente. Isso é muito bom para o andamento do serviço de um diretor na escola. Muitas vezes, a gente não consegue desenvolver um trabalho melhor em apenas dois anos e agora com mais um ano, teremos a oportunidade de melhorar cada vez mais a educação”. Finalizou.


On News/ Plantão 24hrs News

Petrobras confirma que não atenderá toda a demanda de combustíveis em novembro

Confirmação vem depois de associação dizer que havia uma série de 'cortes unilaterais' feitos nos pedidos para fornecimento de gasolina e óleo diesel para o mês.

Foto: Reprodução
A Petrobras confirmou que não poderá atender todos os pedidos de fornecimento de combustíveis para novembro, que teriam vindo acima de sua capacidade de produção, acendendo um alerta para distribuidoras, que apontaram para risco de desabastecimento no país.

Em comunicado na véspera, a petroleira afirmou que recebeu uma “demanda atípica” de pedidos de fornecimento de combustíveis para o próximo mês, muito acima dos meses anteriores e de sua capacidade de produção, e que apenas com muita antecedência conseguiria se programar para atendê-los.

A confirmação vem após a Associação das Distribuidoras de Combustíveis Brasilcom – que representa mais de 40 distribuidoras regionais de combustíveis – ter afirmado na semana passada que a petroleira teria avisado diversas associadas sobre “uma série de cortes unilaterais nos pedidos feitos para fornecimento de gasolina e óleo diesel” para novembro.

Para a associação, “as reduções promovidas pela Petrobras, em alguns casos chegando a mais de 50% do volume solicitado para compra, colocam o país em situação de potencial desabastecimento”.

Isso porque, segundo a Brasilcom, as empresas não estão conseguindo comprar combustíveis no mercado externo, pois os preços do mercado internacional “estão em patamares bem superiores aos praticados no Brasil”.

A Petrobras e o governo federal vêm sofrendo pressões de diversos segmentos da sociedade devido a um avanço expressivo dos preços dos combustíveis no país neste ano, que têm refletido cotações internacionais.

Nesse contexto, a petroleira tem reajustado os preços em intervalos maiores nos últimos meses, evitando repassar volatilidades externas.

O Brasil não produz o volume de combustíveis necessário para abastecer o país e depende de importações. A Petrobras, nos últimos anos, vem buscando praticar preços de mercado, para garantir que as compras externas não tragam prejuízos.

Parque de refino

A petroleira destacou, no comunicado na noite de segunda-feira (18), que está operando seu parque de refino com fator de utilização de 90% no acumulado de outubro, contra 79% no primeiro semestre do ano.

Em 2020, o fator de utilização das refinarias também ficou em cerca de 79%, superior ao registrado em 2019 (77%) e 2018 (76%), mesmo considerando paradas programadas nas refinarias Reduc, RPBC, Regap, Rlam, Repar e Revap, que foram postergadas de 2020 para 2021 em função da pandemia.

“Nos últimos anos, o mercado brasileiro de diesel foi abastecido tanto por sua produção, quanto por importações realizadas por distribuidoras, terceiros e pela companhia, que garantiram o atendimento integral da demanda doméstica”, disse a Petrobras.

“Para o mês de novembro, a Petrobras recebeu pedidos muito acima dos meses anteriores e de sua capacidade de produção. Apenas com muita antecedência, a Petrobras conseguiria se programar para atender essa demanda atípica”, informou.

“Na comparação com novembro de 2019, a demanda dos distribuidores por diesel aumentou 20% e a por gasolina 10%, representando mais de 100% do mercado brasileiro”, destacou a petroleira.

A Petrobras frisou ainda, no entanto, que segue atendendo os contratos com as distribuidoras, de acordo com os termos, prazos vigentes e sua capacidade.

Além disso, a companhia está maximizando sua produção e entregas, operando com elevada utilização de suas refinarias, afirmou.

Segurança para investir

O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) reiterou em nota nesta terça-feira (19) sua defesa pelo alinhamento de preços ao mercado internacional e sinalizou que uma clareza sobre o tema é necessária para atrair o investimento de agentes econômicos para a ampliação do parque de refino brasileiro.

“O Brasil é um importador líquido de derivados, quadro que não deve se alterar na próxima década”, disse o instituto, que tem em seu quadro de associados as maiores distribuidoras do país: Vibra Energia (Ex-BR), Ipiranga, do grupo Ultra, e Raízen, joint venture de Shell com Cosan.

“Sem a percepção clara por parte dos agentes econômicos de que os preços variarão segundo regras de mercado, como ocorre com todas as demais commodities, não há segurança para a ampliação do parque de refino nacional”, destacou.

O IBP frisou ainda que o mercado de combustíveis é mundialmente integrado “e é o alinhamento de preços ao mercado internacional, adotado no Brasil desde 2016, que garante a transparência quanto aos preços relativos e dá a sinalização correta aos agentes econômicos para que estes invistam no aumento da oferta e no aprimoramento da logística de distribuição, garantindo o abastecimento nacional”.

O consumo de combustíveis, disse o IBP, tem crescido ao longo de 2021 e já alcança patamares pré-pandemia. De janeiro a agosto de 2021, 26% do volume de diesel e 8% da gasolina foram adquiridos no mercado externo, afirmou.


Reuters

Inscrições para concurso de policial penal da Seap do Pará são prorrogadas

As inscrições podem ser realizadas até a próxima sexta-feira (22) no site oficial da empresa responsável pela execução dos exames do concurso público.

Foto: Reprodução/Agência Pará
A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) prorrogou até o próximo dia 22 as inscrições para o concurso público para o cargo de policial penal.

Ao todo serão ofertadas 1.646 vagas para o cargo de policial penal, que terá o salário base de R$ 2.810,00.

O edital do concurso foi alterado para atender à lei estadual nº 9.325/2021, aprovada recentemente pela Assembleia Legislativa do Estado, que altera a lei anterior que regulamenta o cargo.

Uma das principais modificações na legislação foi na nomenclatura do cargo, que passou de agente penitenciário para policial penal.

Houve alteração também em um dos pré-requisitos para o cargo relacionado à Carteira Nacional de Habilitação, que mudou de categoria “D”, para, no mínimo, a categoria “B”.

A aplicação das provas ocorrerá nos municípios: Belém, Castanhal, Marabá, Santarém, Altamira e Itaituba.

Conforme as informações previstas no edital, a primeira fase do concurso ocorrerá no dia 14 de novembro com a realização do exame de habilidades e conhecimentos (prova objetiva e discursiva).

As inscrições podem ser realizadas até a próxima sexta-feira (22) no site oficial da empresa responsável pela execução dos exames do concurso público.


G1 Pará

Itaituba: Procon orienta sobre os benefícios e como garantir a meia entrada

Conheça as regras e saiba como usufruir desse direito.

Foto: Reprodução
A meia entrada em eventos de entretenimento esportivos e culturais é um benefício previsto em lei para estudantes e outros grupos sociais. Mesmo assim é muito comum surgirem dúvidas por parte de quem se beneficia dele quando, por exemplo, um estabelecimento nega algum tipo de carteirinha de estudante.

Por isso, através da Prefeitura Municipal de Itaituba (PMI), o Procon orienta à sociedade sobre esse um direito e apresentou as regras para usufruir do benefício. 

Foto: Reprodução / PMI
Beneficiários da meia entrada:

Jovem de baixa renda: pessoa com idade entre 15 e 29 anos pertencente à família com renda mensal de até dois salários mínimos, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico.

Estudante: pessoa regularmente matriculada em instituição de ensino, pública ou privada, nos níveis e modalidades previstos na Lei nº 9.394/1996 (Inclui graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e aperfeiçoamento).

Pessoa com deficiência: pessoa que possui impedimento de longo prazo de natureza física ou mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com outras pessoas.

Requisitos para usufruir da meia entrada:

Para ter acesso ao direito de meia-entrada, os beneficiários devem apresentar, conforme o Decreto nº 8.537/2015, que regulamentou a Lei nº 12.933/2013, os seguintes requisitos: 

Estudantes: apresentar carteira de estudante válida e declaração da instituição de ensino; 

Portadores de deficiência: desde que comprove a condição através do Cartão de Benefício de Prestação continuada da Assistência Social da pessoa com Deficiência ou documento emitido pelo INSS; 

Jovens de Baixa Renda: pessoa entre 15 a 29 anos, com renda de até dois salários mínimos, cadastradas no CadÚnico; 

Idosos: Apresentação de documento oficial com foto.


On News

Jacareacanga: Jovem morre em acidente envolvendo moto e um caminhão

O acidente ocorreu na tarde de segunda-feira (18); Uma jovem morreu e outra ficou em estado grave.

Foto: Reprodução/Portal Buré
Um acidente gravíssimo foi registrado na tarde de segunda-feira (18), na estrada que separa os bairros do São Francisco e União, na cidade de Jacareacanga, e acabou vitimando uma jovem ainda não identificada.

Na ocasião, a vítima estava conduzindo a moto com uma outra mulher, por nome de Priscila, quando se chocou com um caminhão do tipo caçamba.

Foto: Reprodução/Portal Buré
A condutora da moto não resistiu aos ferimentos e infelizmente acabou falecendo na hora, enquanto que Priscilla foi socorrida e encaminhada para uma Unidade de Saúde em estado grave. O proprietário do veículo, Argemiro Donizete do Nascimento, permaneceu no local.


Plantão 24 Horas News


Caminhoneiros ainda não decidiram sobre paralisação no Pará

Nacionalmente, a paralisação está sendo organizada pela Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava).

Foto: Reprodução
Mesmo que, nacionalmente, os caminhoneiros estejam mais uma vez ameaçando fazer paralisação, a situação ainda é incerta no Pará. O presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos do Estado do Pará (Sindicam), Eurico Tadeu, afirma que a categoria não deve aderir localmente. Segundo ele, quem organiza a greve politizou a relação dos trabalhadores com o governo federal e está fazendo “baderna”.

Nacionalmente, a paralisação está sendo organizada pela Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava). A categoria se diz em “estado de greve" desde o último sábado (16) e, durante o fim de semana, líderes de entidades do setor fizeram críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Nesta segunda-feira (18), as associações entregariam uma lista de reivindicações para o governo e apenas sinalizações positivas evitariam a paralisação nacional a partir de 1º de novembro.

Na pauta dos caminhoneiros estão itens como o cumprimento do valor mínimo do frete rodoviário, a aposentadoria especial para a categoria (aos 25 anos de trabalho) e a mudança na política de preços da Petrobras para combustíveis para reduzir a flutuação do diesel.

Quanto à reivindicação relativa ao combustível, o presidente do Sindicato diz que não é apenas um problema dos caminhoneiros, mas de toda a sociedade. “Aqui temos um dos combustíveis mais caros do Brasil, por isso as empresas não se instalam aqui. Também temos a cesta básica mais cara. Tem que cobrar mais caro o frete porque não tem indústria e os caminhões voltam vazios. Temos esse problema e o governador e o setor da indústria locais não fazem nada, e o povo que paga a conta”, afirma.

Já o diretor do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transporte e Logística de Cargas do Estado do Pará (Sintracar-PA), Edilberto Ventania, não garante que os trabalhadores ligados à entidade não vão aderir à paralisação. Ele diz que, até o momento, o Sindicato não tem uma posição a respeito do movimento, mas que, se as reivindicações forem as indicadas – para diminuir o frete e o combustível, além da aposentadoria –, o órgão fará parte da mobilização nacional.

Segundo informações, o governo federal vê a mobilização como ameaças que não devem ser cumpridas. Uma fonte, segundo a reportagem, informou que, desde 2018, já foram feitas 16 tentativas de paralisação mal sucedidas, sendo quatro delas neste ano. Mas esta é a primeira vez, desde 2018, que a Abrava atua ao lado do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL). O jornal ainda diz que não é descartada por parte dos líderes dos caminhoneiros uma flexibilidade no cumprimento de todas as demandas feitas ao governo.


O Liberal

Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia

Sete meses após o pico da doença, vacinação mostra resultados.

Foto: Reprodução
Em 19 de abril de 2021 o Brasil registrou a maior média móvel de morte em decorrência da covid-19: cerca de 3 mil óbitos diários. Hoje (19), exatos 7 meses após o ápice, o Ministério da Saúde informa que a vacinação em massa contra a doença surtiu efeito. Segundo a pasta, a queda no número de óbitos foi de quase 90% - tendência que se acumula desde junho.

O boletim divulgado na noite de ontem (18) mostra que a média móvel de mortes está em 379,5, acompanhada pela queda expressiva também no número de novos casos da doença, que está em 12,3 mil ao dia.

“Nós temos um Sistema Único de Saúde (SUS) forte, com mais de 38 mil salas de vacinação, capaz de vacinar mais de 2 milhões de brasileiros e um governo extremamente preocupado com a vida. Por isso, adquiriu mais de 550 milhões de doses de vacinas [contra a] covid-19, investiu bilhões com habilitação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) e vacinou mais de 90% da população brasileira com a primeira dose. Vacina é a saída para acabar com o caráter pandêmico da doença. Só assim vamos retornar para o nosso normal”, afirmou em nota o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Segundo Queiroga, o sucesso da ampla campanha de vacinação deve se estender para 2022 com a compra antecipada de 354 milhões de doses de vacinas aprovadas no país. O plano de vacinação para 2022 foi apresentado no início do mês de outubro.

“Nós já temos asseguradas mais de 300 milhões de doses para vacinar a nossa população. É uma vacinação um pouco diferente do que aconteceu em 2021, porque não é uma vacinação primária. Mas, o mais importante é: teremos doses de vacinas para todos”, declarou Queiroga.

O painel de vacinação do Ministério da Saúde mostra que mais de 108 milhões de brasileiros já cumpriram integralmente o esquema vacinal. Essa população corresponde a 68% do público-alvo da campanha do Programa Nacional de Imunização (PNI). A ferramenta informa, ainda, que 3,6 milhões de pessoas já tomaram a dose de reforço, recomendada para pessoas acima de 60 anos, imunossuprimidos (aqueles cujos mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos) e profissionais de saúde.


Agência Brasil

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Rurópolis: Polícia Militar apreende arma de fogo após ocorrência de troca de tiros

O armamento foi encontrado na Rua Floresta, no Bairro Bela Vista, no último domingo (17).

Foto: Divulgação CPR-X
No último domingo (17), por volta de 08h30, a Polícia Militar apreendeu uma arma após receberem uma ocorrência que relatava que o objeto estava envolvido em uma troca de tiros em Rurópolis, sudoeste paraense. 

Após buscas, a arma de fabricação caseira, calibre 36 e um cartucho do mesmo calibre deflagrado foram encontrados na Rua Floresta, Bairro Bela Vista.


On News

Publicidade

Responsive Full Width Ad