Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

Mostrando postagens com marcador Destaques. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Destaques. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 23 de novembro de 2021

Congresso negocia derrubar veto de Bolsonaro a distribuição de absorventes gratuitos em dezembro

Parlamentares afirmam que há recursos no orçamento para garantir o atendimento aos estados e municípios.

Foto: Reprodução

Líderes do Congresso Nacional estão articulando para derrubar em dezembro o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao projeto que prevê a distribuição gratuita de absorvente menstrual para estudantes de baixa renda de escolas públicas e pessoas em situação de rua ou de vulnerabilidade extrema.

Segundo informações, a proposta – aprovada pela Câmara e pelo Senado – não só tem apoio interno como é classificada como um “consenso” de politica pública. Para parlamentares ouvidos, a proposta só foi vetada por uma “questão ideológica” do governo Bolsonaro.

Ao vetar, Bolsonaro argumentou que o texto do projeto não estabeleceu fonte de custeio.

Parlamentares, no entanto, avaliam como “ideológico” o veto de governo e afirmam que há recursos no orçamento para garantir o atendimento aos estados e municípios.

O texto aprovado previa que o dinheiro viria dos recursos destinados pela União ao Sistema Único de Saúde (SUS) – e, no caso das presidiárias, do Fundo Penitenciário Nacional.

O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmou que vai reunir líderes nesta terça (23) para definir “o estoque de vetos” que será analisado na semana do dia 7 de dezembro.

Ele confirmou que o veto à distribuição de absorventes gratuitos estará na pauta – e que há negociações para a derrubada do ato.


Com informações G1

Itaituba: Projetos de extensão devem ser desenvolvidos por acadêmicos da Ufopa

Além de Itaituba as iniciativas serão desenvolvidos em Santarém, e nos campi regionais de Alenquer, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná.

Foto: Reprodução

Foi divulgada na semana passada, uma lista com 19 projetos de extensão que devem ser desenvolvidos por acadêmicos da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), em Santarém, no oeste paraense, e nos demais campi regionais, localizados em Alenquer, Itaituba, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná.

Segundo a Pró-Reitoria da Cultura, Comunidade e Extensão (Procce) haverá projetos desenvolvidos nas grandes áreas do Residencial Salvação e Bela Vista do Juá, em Santarém. Os projetos serão desenvolvidos nas áreas de saúde, meio ambiente, educação, trabalho, desenvolvimento rural e cultura.

As iniciativas foram selecionadas no edital 002 do Procce, Programa de Extensão na Comunidade (PEC), aberto para estimular e viabilizar a execução de projetos que promovam a interação e a relação transformadora entre a universidade e a sociedade, além de despertar interesse entre discentes de graduação e contribuir para a formação e a qualificação de cidadãos socialmente comprometidos.

Para tornar possível a execução dos projetos foram destinados recursos na forma de auxílio financeiro, além de bolsas de extensão (discentes Pibex) para fomento de iniciativas que promovam desenvolvimento e ações de extensão universitária nas áreas mencionadas.

Serão 38 bolsistas Pibex para o desenvolvimento de ações, considerando o objetivo estratégico de desenvolver soluções científicas, tecnológicas, socioambientais e inovadoras para a melhoria da qualidade de vida das populações amazônicas e a necessidade de atuação da universidade em face dos impactos causados direta ou indiretamente pela pandemia de Covid-19.


G1 Santarém

Calçada desaba e cerca de 30 pessoas caem em esgoto durante evento de Natal

11 crianças e 19 adultos receberam atendimento nas unidades de saúde da cidade.

Foto: Reprodução

Cerca de 30 pessoas caíram em um rio após uma calçada desabar durante uma apresentação de Natal realizada na noite de segunda-feira (22) em Joinville. No vídeo é possível observar que várias vítimas, incluindo crianças no colo, aparecem aglomeradas recebendo ajuda das pessoas que estão ao redor.

Em nota, a Prefeitura de Joinville informou que todas as vítimas que precisavam de atendimento foram assistidas em unidades de saúde da cidade. 11 crianças receberam socorro no Hospital Infantil e 19 adultos no Hospital Municipal São José, nenhuma com lesões graves. Segundo informações, a calçada passa sobre uma galeria fluvial, que faz parte das obras de drenagem do Centro, mas após uma inspeção feita por Técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Infraestrutura, foi constatado que e a estrutura está intacta. 

Um morador de Joinville descreveu o que viu. "Pais, mães com crianças no colo caíram. Foi uns 2 metros de altura e pararam sobre o lodo do rio". Outra testemunha relatou o momento. "Bem na hora que nós estávamos assistindo à contagem regressiva, deu um barulho. Nisso, a gente viu que o chão cedeu e bastante crianças e mulheres que estavam lá dentro foram sendo puxadas pelas pessoas mesmo".

Até a noite de segunda-feira não se sabia ao certo o motivo do desabamento. 


Com informações G1

Itaituba: Homem é assassinado a pauladas enquanto dormia

O crime aconteceu em uma propriedade na Comunidade de Barreiras.

Foto: PM/Reprodução

Um homem foi preso na segunda-feira (22), pelo crime do homicídio em Itaituba, sudoeste do Pará.

Os policiais do 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM), receberam uma denúncia de que em uma propriedade nas proximidades da estrada da Comunidade de Barreiras, um homem teria sido agredido a pauladas. Ao chegarem no local, encontraram um homem identificado como  Manoel Guilherme dos Santos, já sem vida, deitado em uma rede, com ferimentos na cabeça.

Moradores disseram aos PMs que o suspeito de ter cometido o crime seria Wanderson Pereira Moura, porém ele não foi encontrado no local. Wanderson morava na mesma casa com Manoel e a esposa.

Segundo relatos dos moradores, após o crime, o homem teria seguido para a casa do pai que fica na Comunidade de Pedra Branca. Os PMs seguiram para o local informado e encontraram o suspeito, juntamente com a esposa.

Foto: PM/Reprodução

Indagado sobre o crime, o suspeito confessou a autoria e explicou que tudo aconteceu em virtude de uma desavença entre a vítima e o suspeito por motivo de ciúmes da esposa, identificada como Leudivania Conceição dos Santos. O homem disse que após a discussão, foi embora do local e aguardou a vítima dormir em uma rede. Então o homem desferiu cerca de quatro pauladas na cabeça de Manoel e depois fugiu.

Diante dos fatos, Wanderson e a esposa foram presos em flagrante e conduzidos para a delegacia de polícia para os procedimentos cabíveis.


On News/PM

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

Itaituba: Município registra novos casos de Covid-19 e Secretaria de Saúde alerta sobre a importância da vacinação

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), aproximadamente 60 pessoas ao dia realizam testes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e 50% dos resultados são positivos. Consultado pelo Portal On News, o Prof. Dr Jefferson Nascimento esclarece algumas dúvidas sobre esse cenário.

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (22), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), divulgou o aumento de novos casos de Covid-19 em Itaituba, sudoeste do Pará. 

Segundo informações do secretário de saúde, Iamax Prado, aproximadamente 60 pessoas ao dia realizam testes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) - que continua referência ao combate da doença- onde 50% recebem resultado positivo para o vírus. 

Ainda de acordo com o secretário, a maioria dos casos positivados não evoluem para um estado grave devido as campanhas de vacinação contra a Covid-19 e segue alertando a população sobre a importância de tomar o imunizante que está sendo disponibilizado nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). 

A vacinação é a forma mais eficaz de frear a contaminação e o surgimento de novas variantes do coronavírus. Apenas a imunização em massa protege todas as pessoas da comunidade e diminui o risco de contágio. Neste caso, optar pela imunização completa é proteger não apenas a si próprio, mas também toda a sociedade.

Para informar e conscientizar os leitores, o Portal On News consultou o Prof. Dr. Jefferson Nascimento, pós-doutor em Cenários Epidemiológicos. O mesmo lembra que a pandemia não acabou e qualquer forma de flexibilização de combate a ela não deve ser confundida com o abandono total das medidas de segurança, como por exemplo, deixar de utilizar máscaras, deixar de manter os hábitos de higiene (como lavar bem as mãos com água e sabão), a utilização do álcool em gel, evitar aglomerações, entre outros. 

Além disso, segundo o Dr. Jefferson Nascimento, o que Itaituba está sofrendo neste momento é um indicativo de algo muito maior. 

“Com certeza há um número maior que 30 pessoas por dia sendo positivadas para a Covid-19, pois apenas aqueles que estão apresentando os sintomas estão indo buscar ajuda médica. Devemos sempre nos lembrarmos que cerca de 80% das pessoas infectadas com o novo Coronavírus não apresentam os sintomas da Covid-19 e estão por aí contaminando outras pessoas e, estes não foram até a UPA fazerem testes". Explica o epidemiologista. 

Ao continuar a explicação sobre esse episódio que ainda assola o município, o professor explica que deve-se olhar para um passado recente, pois se já está com estes números oficiais de 30 pessoas por dia sendo diagnosticadas com a Covid-19, significa que há má interpretação na flexibilização das medidas -autorizadas pelo município- de combate à pandemia por parte da população e, por consequência disto, em pouco tempo os casos voltam a subir. 

Sobre a vacinação

O Prof. Dr. Jefferson Nascimento informa que mesmo quem está imunizado com a vacina (seja com a dose única ou com todas as doses tomadas – incluindo a de reforço) não garante que a pessoa não vá se contaminar. 

A imunização pela vacinação, para a grande maioria das pessoas, garante que ela não desenvolva os sintomas mais graves, porém, estando infectada (com probabilidade de estar assintomática) ela infectará outras pessoas e todo aquele cenário epidemiológico trágico que já foi visto, vai se repetir.

“Mesmo uma pessoa vacinada (a minoria) pode evoluir ao caso mais grave da doença e ir a óbito. Então, flexibilizar atividades sociais e as medidas de distanciamento social, não significa flexibilizar ou mesmo deixar de manter as medidas de proteção contra o novo Coronavírus. Quando isso acontece, chegamos no atual cenário que a cidade de Itaituba está passando neste momento. Se as medidas de combate à doença não forem retomadas fortemente pela população, aproximadamente em um mês, poderemos ter um caos na saúde pública e privada em Itaituba”. Conclui o Epidemiologista.


On News

Pará é o 3º estado que mais investiu recursos financeiros em auxílios e benefícios durante a pandemia

Pacote econômico instituído em outubro de 2020 assegurou renda a famílias economicamente mais vulneráveis e a trabalhadores de diversas categorias profissionais.

Foto: Rodrigo Pinheiro/Reprodução

Durante a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, o Pará foi o terceiro estado brasileiro que mais investiu recursos em auxílios e benefícios às pessoas. Os auxílios vão de programas que auxiliam na compra de alimentos até o vale-gás.

O Programa Estadual Renda Pará foi instituído em outubro de 2020 e foi responsável por transferir recursos aos mais atingidos social e economicamente. O pagamento do benefício foi iniciado no dia 30 de novembro de 2020. No fim da primeira fase do programa, 720 mil pessoas foram beneficiadas com o reforço financeiro de R$ 100, pago em cota única, aos paraenses cadastrados no Bolsa Família, o que representa o investimento de mais de R$ 72 milhões do tesouro estadual. 

Com a continuidade da pandemia, o programa foi renovado pelo poder executivo estadual. A segunda etapa do Renda Pará 100 foi retomada no mês de março e seguiu até 23 de abril de 2021. Nesse período, 664.162 pessoas receberam o pagamento, o que significa a disponibilização do valor de R$ 66.416.200,00. A Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) ficou responsável pela condução do Programa e os pagamentos foram realizados pelo Banco do Estado do Pará (Banpará).

Foto: Rodrigo Pinheiro/Reprodução

Além da segunda fase do pagamento do Renda Pará 100, o pacote também incluiu auxílio único de R$ 500 (Renda 500) para músicos, técnicos, garçons, cabeleireiros, manicures professores de educação física autônomos, além de um auxílio único de R$ 2 mil para bares, restaurantes, lanchonetes, academias e arenas. Até o fim do calendário de pagamento, o Renda 500 beneficiou mais de 164 mil pessoas, o que representou um investimento de 82 milhões.

Foto: Jader Paes/Reprodução

Para auxiliar trabalhadores informais, catadores, flanelinhas, feirantes e ambulantes dos municípios que, no período, estavam em lockdown, o governo garantiu auxílio de R$ 400 (Renda 400), pagos em duas parcelas de R$ 200. Em maio de 2021, o Renda 400 alcançou novas categorias profissionais: ambulantes, catadores de recicláveis, feirantes e guardadores autônomos de veículos. O benefício pagou R$ 4 milhões a 23.489 beneficiários. Ainda neste mês, o Renda 500 incluiu taxistas, mototaxistas, motoristas de van, do transporte escolar e de aplicativo como beneficiários. Até o fim do calendário de pagamento, em julho de 2021, o programa pagou mais de R$ 17 milhões a aproximadamente 34 mil contemplados desta categoria.

“Enquanto o governo do Pará garante que o plano de vacinação seja cumprido, e consequentemente atividades essenciais sejam retomadas, outras ações emergenciais foram propostas. O pacote econômico, disponibilizado para programas de transferência de renda tem contribuído na manutenção de atividades básicas, entre elas compra de insumos, a garantia da alimentação e, consequentemente, a movimentação da economia”, frisou o titular da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), Inocencio Gasparim.

Foto: Marco Santos/Reprodução

Agência Pará

Funai abre vagas de estágio no Pará; confira aqui

O período de inscrições segue aberto até às 16h do dia 30 de novembro de 2021.

Foto: Reprodução

A Fundação Nacional do Índio está com inscrições abertas para o estágio Funai, que disponibiliza vagas imediatas e de cadastro reserva para estudantes que estejam cursando ensino médio, técnico e graduação em diversas áreas. Há vagas abertas no Pará e em outros estados.

Os contratados cumprirão jornadas de quatro horas diárias, com bolsas nos valores de R$ 787,98 (nível superior) e R$ 486,05 (nível médio).

Pré-requisitos

É preciso ter no mínimo 16 anos, disponibilidade de pelo menos seis meses para estagiar em regime de 20 horas semanais, além de não estar cursando o último ano do ensino médio nem o último semestre de ensino superior. Matrícula regular - com frequência efetiva em curso de nível médio ou superior - também está entre as exigências para candidatura, conforme edital de abertura.

Os aprovados vão atuar na sede da Funai, em Brasília, e nas unidades descentralizadas nos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Inscrições gratuitas

O período de inscrições segue aberto até às 16h do dia 30 de novembro de 2021, pelo site Super Estágios, banca organizadora do certame.

Provas on-line

Essa é a única etapa do processo seletivo, e será realizada on-line. Ao término da inscrição, o candidato estará apto a iniciar de imediato a prova, desde que no período informado pelo edital, com o prazo máximo de 60 minutos para conclusão.

Serão aplicadas 30 questões de múltipla escolha nas seguintes áreas de conhecimento: Língua Portuguesa, conhecimentos gerais (informática, raciocínio lógico e atualidades) e conhecimentos específicos (questão indígena no Brasil, comportamento no trabalho e relacionamento interpessoal).

Para mais informações sobre o estágio Funai, basta acessar o edital, publicado na página do Diário Oficial da União (DOU). Em caso de dúvidas, o candidato também pode entrar em contato pelo e-mail: estagio@funai.gov.br.


Concursos no Brasil

Governo Federal sanciona auxílio-gás para famílias de baixa renda; conheça as regras

O auxílio será pago a cada dois meses e seu valor será correspondente ao custo de, pelo menos, 50% da média nacional do preço do botijão de gás de 13kg.

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (22) o Governo Federal oficializou por meio de publicação no Diário Oficial da União (DOU) a lei que oficializa o auxílio-gás. Embora publicada hoje, a lei foi assinada na última sexta-feira (19).

Na prática, o benefício será concedido preferencialmente para famílias de baixa renda e famílias com mulheres vítimas de violência doméstica. Os pré-requisitos oficiais para receber o benefício são: estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), ter renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário-mínimo ou receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O auxílio será pago a cada dois meses e seu valor será correspondente ao custo de, pelo menos, 50% da média nacional do preço do botijão de gás de 13kg. A publicação no DOU cita que “As famílias beneficiadas pelo auxílio gás dos brasileiros terão direito, a cada bimestre, a um valor monetário correspondente a uma parcela de, no mínimo, 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 kg de GLP, estabelecido pelo Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nos seis meses anteriores”.

Além do presidente Jair Bolsonaro, o projeto de lei de autoria do deputado Carlos Zarattini (PT-SP) foi assinado pelos ministros da Economia, Paulo Guedes; da Cidadania, João Roma; e de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque.


Com informações do Metrópoles

Pará teve 27,5% de faltosos na primeira prova do Enem

No Brasil inteiro, a média de abstenção foi de 25,5%. No Estado, a realização do certame foi considerada tranquila pelos estudantes.

Foto: Reprodução

O primeiro dia do Enem 2021, realizado no domingo (21), registrou 26% de faltosos. Dos 3,1 milhões de inscritos esperados, 808 mil não compareceram ao exame. Na prova impressa, a abstenção foi de 25,5%. Já na aplicação digital, que teve 69 mil inscrições confirmadas, a taxa de faltosos foi de 46,1% Dessa forma, fizeram a prova 2,3 milhões de inscritos.

O Pará teve 167.239 inscritos, sendo que 72,5% compareceram à prova e 27,5% faltaram. Já o Enem digital teve 410 inscritos no Estado, com total de 44,9% de ausentes.

Os dados foram divulgados nesta noite em entrevista coletiva concedida em Brasília pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, e pelo presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), Danilo Dupas Ribeiro. Na última edição do exame, mais da metade faltou. A prova havia sido realizada em meio ao aumento de casos de Covid-19 no país.

O Enem é a principal porta de entrada para o ensino superior. Esta edição já começou marcada por receber o menor número de inscrições dos últimos 14 anos, além de registrar a menor proporção de inscritos pretos, pardos e indígenas.

Os participantes fizeram neste domingo as provas de linguagens, ciências humanas e a redação. No próximo domingo, é a vez das provas de matemática e ciências da natureza. Outros 280.145 inscritos farão o Enem nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022, nas datas da reaplicação do exame (para eventuais casos de falhas na aplicação, como falta de energia, ou para quem comprove ter contraído Covid-19) e da aplicação para pessoas privadas de liberdade.

O grupo faz parte dos inscritos que conseguiram se inscrever com isenção após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal). O governo havia se recusado a liberar isenções aos faltosos da última edição, realizada em momento crítico da pandemia.


Diário do Pará

Acusado de estupro é preso durante prova do Enem em Marabá

O homem foi preso em uma escola da Nova Marabá.

Foto: Reprodução

Mais de 5 mil agentes de segurança foram empregados nas ações de segurança e logística no domingo (21), primeiro dia de realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  

Durante a operação, um homem acusado de estupro e ameaça foi preso em Marabá, sudeste do estado. Antônio Jeová da Silva Cruz faria a prova na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Anastácio de Queiroz, na Folha 16, na Nova Marabá, quando policiais civis tiveram informações repassadas pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI) de que o candidato tinha um mandado de prisão em aberto.

Escola João Anastácio de Queiroz onde o candidato foi preso | Divulgação / PMM

Os policiais plantonistas da 21ª Seccional de Polícia Civil, com o apoio plantão extraordinário da Superintendência, cumpriram o mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Única da Comarca de Santa Luzia do Pará, em desfavor do acusado pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e ameaça.


DOL

Novo Progresso: Homem é preso por tentativa de feminicídio

A vítima teve várias perfurações no pescoço e em seus braços. Seu estado de saúde é delicado.

Suspeito e arma do crime. Foto: Reprodução

No domingo (21), um homem identificado como Webert Rodrigues Vieira foi avistado correndo todo ensanguentado na rua Itaituba, em Novo Progresso. 

Os policiais foram acionados para verificar a situação. Ao chegar no local, Webert informou que havia tentado matar sua mulher com várias facadas no pescoço e braços, pois ela supostamente o havia traído.

Após essas informações, os militares buscaram informações da vítima e a mesma já se encontrava no Hospital Municipal, onde seu estado de saúde é delicado. 

Webert Rodrigues foi encaminhado juntamente com a arma do crime para apresentação na delegacia de polícia.


On News

Itaituba: Homens são presos suspeitos de tráfico de drogas e posse ilegal de armas

Os suspeitos foram presos na comunidade de Crepurizão e depois encaminhados para a 19º Seccional de Polícia Civil em Itaituba.

Foto: Reprodução

A guarnição ao fazer rondas na comunidade de Crepurizão, em Itaituba, sudoeste do Pará,  abordou um homem com atitude suspeita. 

O homem, identificado como Herbert Santana de Souza, estava em atitude suspeita próximo a residência de Wesley Marlon, vulgo Neguinho, no qual havia suspeitas de tráfico de entorpecentes neste local. 

Os militares realizaram a revista em Hebert e encontraram uma pequena quantidade de substância similar a crack. 

Após a revista, Hebert informou onde havia comprado a substância e os policiais realizaram a abordagem no local. Na residência, estavam três pessoas, Rian Isaac, Kauan Rodrigues e uma mulher identificada como Mirela. 

Além disso, foram apreendidos no local uma quantidade de substância aparentando ser maconha, uma arma de fogo calibre 38 com 3 munições intactas e uma substância similar a cocaína. 

Material apreendido. Foto: Reprodução

Os suspeitos foram conduzidos até o Posto Policial Destacado (PPD) do Crepurizão e depois foram encaminhados para a apresentação na 19° Seccional de Polícia Civil, em Itaituba para os procedimentos cabíveis .

 

On News

sábado, 20 de novembro de 2021

Auxílio Brasil pode subir para R$400 antes do Natal segundo Governo

A base tem pressa para decidir sobre o assunto e aprovar o incremento do Auxílio Brasil neste ano.

Foto: Reprodução 

Para que a PEC dos Precatórios seja aprovada ainda neste mês de novembro e também para viabilizar o incremento do Auxílio Brasil para R$ 400 antes do Natal, a liderança do governo no Senado permite alterações no texto e articula incorporar emendas que garantam apoio, sobretudo, das bancadas do MDB e do PSD. Na mesa, a mudança que possui maior consenso é tornar o benefício social permanente, alternativa que é muito válida para a oposição.

Atualmente, a proposta não tem votos suficientes para ser aprovada. O governo percebeu que, sem alteração, não conseguirá passar a PEC dos Precatórios. A base tem pressa para decidir sobre o assunto e aprovar o incremento do Auxílio Brasil neste ano. Por isso, surge a possibilidade de fatiar a PEC. Emendas que exigissem o retorno à Câmara para apreciação seriam incorporadas a uma proposta secundária. O que tiver consenso dentro do texto já aprovado pelos deputados continuaria na PEC dos Precatórios seguiria para promulgação o quanto antes. 

No texto principal, ficariam os limites para o pagamento de precatórios e a mudança no cálculo do teto de gastos para as pendências da União. O restante da dívida seria adiadq ou quitada por meio de outros acordos judiciais, como troca por ativos. Com essa mudança, o governo espera abrir um espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões para 2022. A ideia é aprovar a PEC em 30 de novembro. 


Com informações do Portal R7

Enem começa a ser aplicado amanhã em todo o país

Mulheres representam 61,6% dos candidatos inscritos.

Foto: Reprodução 

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 começa a ser aplicado amanhã (21) em todo o país nas modalidades impressa e digital. Tanto as provas quanto o tema da redação serão iguais nas duas modalidades. Ao todo, 3,1 milhões de candidatos farão o exame. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização das provas, divulgou nesta semana os números oficiais do exame, que é a principal forma de ingresso no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), de obtenção de bolsas por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e de participação no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

Ao todo, 3.109.762 de candidatos farão o Enem impresso e 68.891, o Enem digital. A maioria está nos estados de São Paulo (470.809), Minas Gerais (300.868) e Bahia (239.101). As mulheres representam 61,6% dos candidatos e as pessoas negras, soma de pretos e pardos, 54% dos inscritos. 

O Enem impresso será realizado em 11.074 locais de prova em 1.747 municípios. Nessa modalidade, são mais de 460 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame, entre coordenadores estaduais, municipais, aplicadores, corretores de redação e supervisores. Quase 50 mil pessoas atuam apenas no transporte, segurança e distribuição das provas. Outros mais de 20 mil profissionais dos Correios também fazem parte da operação. 

Já o Enem digital envolve mais de 17 mil pessoas na realização das provas. O exame nesse formato será aplicado em 831 locais de prova em 99 municípios. 

Este será o segundo Enem aplicado neste ano, já que as provas de 2020 foram adiadas por causa da pandemia e acabaram sendo aplicadas em janeiro e fevereiro.

O que é preciso saber 

Assim como a edição de 2020, o Enem 2021 terá regras especiais devido à da pandemia. O uso de máscara facial será obrigatório nos locais de aplicação. Participantes que estiverem com covid-19 ou com outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer ao exame e podem solicitar a reaplicação. O descumprimento das regras poderá levar à eliminação do candidato.

No dia da prova, além da máscara de proteção facial, é obrigatório levar documento de identificação original, com foto. Não são aceitos documentos digitais. Entre as identificações aceitas estão a Carteira de Identidade (CNH), o passaporte e a Carteira de Trabalho emitida após 27 de janeiro de 1997. 

Outro item obrigatório é a caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente. Ela é necessária para preencher o cartão de respostas no Enem impresso e para escrever a redação tanto no Enem impresso quanto no Enem digital. É recomendado ainda que os participantes levem lanche e água, já que a prova tem uma duração longa. 

É recomendado também que se leve no dia do exame o Cartão de Confirmação da Inscrição. Nele está, entre outras informações, o local de prova. O cartão pode ser acessado na Página do Participante. 

Caso necessitem comprovar que participaram do exame, os estudantes podem, também, na Página do Participante, imprimir a Declaração de Comparecimento para cada dia de prova, informando o CPF e a senha. A declaração deve ser apresentada ao aplicador na porta da sala em cada um dos dias. Ela serve, por exemplo, para justificar a falta ao trabalho. 

Primeiro dia de prova 

No primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, no próximo domingo (21), os candidatos farão, além das provas objetivas de linguagens e ciências humanas, a única prova subjetiva da avaliação, a redação.

Os portões abrem às 12h e fecham às 13h. Não é permitido entrar após o fechamento dos portões. As provas começam a ser aplicadas às 13h30 e terminam às 19h. O horário é o de Brasília. No próximo domingo (28), os participantes fazem as provas de matemática e ciências da natureza.

Questões do Enem

Para testar os conhecimentos, os estudantes podem acessar gratuitamente o Questões Enem, um banco que reúne todas as questões do Enem de 2009 a 2020. No sistema, é possível escolher quais áreas do conhecimento se quer estudar. O banco seleciona as questões de maneira aleatória.


Agência Brasil 

Dia da Consciência Negra, 50 anos: liberdade conquistada, não concedida

Dia foi escolhido por um grupo de ativistas do Grupo Palmares, em 1971, mas foram necessários 32 anos para que a data fosse institucionalizada.

Foto: Reprodução 

Pesquisadores da Rede de Historiadores Negros resgatam a memória do 20 de novembro, data dedicada ao Dia Nacional da Consciência Negra. A considerar a primeira vez na qual a data foi lembrada pelo Movimento Negro, o Dia da Consciência Negra completa 50 anos neste novembro de 2021.

Os historiadores reforçam que a data foi escolhida por um grupo de ativistas do Grupo Palmares, que realizou evento, em 1971, no Clube Náutico Marcílio Dias, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. "Esse grupo decidiu que a data seria relembrada não só pela morte de Zumbi, mas como uma data historicamente importante para pessoas negras", afirma Cleudiza Fernandes de Souza, doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

No entanto, foram necessários 32 anos para que a data fosse institucionalizada. Apenas em 2003, o 20 de novembro, que faz alusão à morte de Zumbi dos Palmares, entrou para os calendários escolares. Tornou-se feriado nacional oito anos depois. O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra foi instituído pela Lei federal 12.519, de 10 de novembro de 2011, assinada pela presidente Dilma Rousseff. 

A historiadora pondera que a legitimação de uma efeméride pelo Estado é importante até para consolidar políticas públicas, no entanto, é essencial destacar toda a mobilização do movimento negro que antecedeu. Até porque a institucionalização é fruto dessa luta, uma vez que havia grupos contrários à entrada da data no calendário nacional. "A história é um espaço de disputas narrativas e de disputas de poder também", diz Cleudiza.

A demora para a institucionalização tem a ver com as condições políticas na década de 1970, uma vez que o país estava na ditadura militar. Mesmo com toda repressão, ativistas negros realizavam essas discussões referentes às questões étnico-raciais. No período de redemocratização, eles conseguiram ampliar a discussão, participando inclusive da Assembleia Constituinte para a elaboração da constituição de 1988.

"Esses espaços de poder demoram a reconhecer lutas que estão sendo feitas nas bases dos movimentos sociais. Por mais que haja reconhecimento do estado, a forma institucional de como o racismo se constrói traz essa dificuldade, traz esse atraso nesses reconhecimentos de datas e marco pelos movimentos negros."


Com informações Agência Senado

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Itaituba: Taxista é amarrado e tem veículo roubado após realizar uma corrida

O fato ocorreu na manhã desta sexta-feira (19), no bairro Campo Belo.

Local onde ocorreu o roubo. Foto: Reprodução/Queiroz Filho

Na manhã desta sexta-feira (19), o taxista, conhecido como “Plaquinha”, o qual faz seu ponto, na praça do Cidadão, bairro Bom Remédio, foi amarrado e teve seu veículo roubado após realizar uma corrida para um residencial no bairro Campo Belo, em Itaituba, sudoeste do Pará. 

Ao chegar no residencial, o elemento passando-se por passageiro anunciou o assalto. Durante a ação, o taxista foi amarrado, e logo depois, o assaltante fugiu em seu táxi, um gol branco, sentido Rodovia Transamazônica. Além do carro, o suspeito roubou a quantia de R$80,00 (oitenta reais).

Vítima. Foto: Reprodução

Logo após o ocorrido, a vítima conseguiu se soltar das amarras e pediu socorro em uma residência próxima, onde mora um policial. O militar prestou socorro a vítima e solicitou a vinda de viaturas para dar apoio nas buscas.


On News / Plantão 24 Horas News

Bebês prematuros se tornam super heróis em hospital no Pará

Em 2020, a equipe do Hospital realizou 121 partos, dentre esses, 53 prematuros. De janeiro a outubro deste ano, foram realizados 79 partos, sendo 47 de bebês prematuros.

Foto: Reprodução

A campanha Novembro Roxo, que é a cor símbolo da causa da prematuridade e teve seu ponto alto na última quarta-feira (17), data marcada pelo Dia Mundial da Prematuridade, tem levado informação sobre um tema que até pouco tempo sequer era comentado. A gestão do Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves, decidiu inovar para falar sobre o tema.

Para atrair a atenção para a questão, a equipe multiprofissional da unidade hospitalar - que e é referência no serviço de maternidade para usuárias com gravidez de alto risco - trabalhou para que os bebês prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal ganhassem fantasias de diversos super-heróis, entre eles, a Mulher Maravilha, Batman, Flash e o Super Homem.  As fotos dos bebês serão entregues em porta-retratos aos pais.

‘’Comemoramos o Dia Mundial da Prematuridade e, nós, como assistência, estamos abraçando a causa. Sabemos que eles precisam desse acolhimento, desse calor dos pais, e estamos comemorando a data como forma de reflexão para reduzir as taxas de nascidos prematuros”, pontuou a enfermeira da UTI Neonatal, Márcia Onívia da Silva.

Foto: Reprodução

A proposta de fantasiar os bebês, que superaram a prematuridade e recebem tratamento no HRPM, agradou aos pais que não esconderam a emoção ao ver a cena. Entre eles, a pescadora Márcia dos Santos Rodrigues, 40 anos, mãe do pequeno Antônio, que nasceu prematuro com 34 semanas, no dia 14 deste mês, no Hospital Municipal de Breves (HMB). Em seguida, ele foi encaminhado para receber assistência no Regional do Marajó.

"Gostei muito da ação, eles estão tratando meu filho muito bem. Estou muito feliz por isso. Agradeço ao hospital por toda essa assistência que estão dando aos bebês. Parabéns pela iniciativa ‘’, ressaltou a mãe.

Já Edvan da Silva Corrêa, 27 anos, é pai de Enzo Gabriel, menor prematuro extremo, regulado do município de Anajás, cerca de 12h até Breves. O bebê está internado o HRPM desde o dia 29 de outubro. O pai do pequeno usuário agradeceu a gestão do HRPM pelos cuidados ao seu bebê.

‘’Eu agradeço primeiramente a Deus, depois a equipe do Regional, porque muitos diziam que meu filho não ia chegar com vida aqui, e ele está reagindo bem. Logo a gente sai com ele daqui e com saúde. Agradeço a equipe aqui do Regional por estar cuidando do meu filho’’, declarou. 

Dados

Em 2020, a equipe do Hospital Regional do Marajó realizou 121 partos, dentre esses, 53 prematuros. De janeiro a outubro deste ano, foram realizados 79 partos, sendo 47 de bebês prematuros . 

Serviço

O HRPM é uma unidade de saúde do Governo do Estado, administrada pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A unidade dispõe de atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 h. O Hospital fica na Avenida Rio Branco, 1.266, no bairro Centro, município de Breves. Mais informações: (91) 3783-2140 / 3783-2127.


Agência Pará

BR-163 até Santarém está entre as rodovias federais que receberão internet móvel 4G ou 5G

Conforme informações, a tecnologia 5G em Santarém só vai chegar a partir de 2026. Igualmente para os demais municípios mais populosos da região do Baixo Amazonas.

Foto: Reprodução

4.367 quilômetros adicionais de rodovias federais em todo o país vão receber infraestrutura necessária para receber sinal de internet móvel de quarta geração (4G) ou superior (5G) até dezembro de 2028, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

De acordo com o Ministério das Comunicações e Anatel, a BR-163, no trecho entre Tenente Portela, no Rio Grande do Sul, até o município de Santarém, no oeste do Pará, é considerado estratégico por sua importância no transporte de passageiros e no escoamento da produção de grãos, nessa parte do país.

Conforme informações, a tecnologia 5G em Santarém só vai chegar a partir de 2026. Igualmente para os demais municípios mais populosos da região do Baixo Amazonas. O serviço chegará até julho de 2022 apenas nas capitais brasileiras.

A empresa vencedora Winity Telecom, no leilão do 5G, que deu lance de R$ 1,4 bilhão pelo direito de explorar a faixa nacional de 700 MHz, como contrapartida, terá que investir na cobertura de 31.417 mil quilômetros de rodovias federais. Em caso de ágio, como uma parte desse valor deve ser aplicado na cobertura de mais trechos (4.367 quilômetros), aumentando para 35.784 quilômetros, o total de rodovias que terá que cobrir com o sinal de internet.

As rodovias selecionadas são consideradas estratégicas para o transporte de passageiro e para o escoamento da produção agropecuária. A Seleção foi feita pelo Ministério das Comunicações e Anatel. 

Na lista estão:

  • BR-101 (liga Touros-RN a São José do Norte-RS);
  • BR-116 (liga Fortaleza-CE a Jaguarão-RS);
  • BR-135 (liga São Luís-MA a Sete Lagoas-MG);
  • BR-163 (liga Tenente Portela-RS a Santarém-PA);
  • BR-242 (liga Maragogipe-BA a Sorriso-MT); e
  • BR-364 (liga Cordeirópolis-SP a Mâncio Lima-AC).

O cronograma para cumprimento da obrigação de conectividade das rodovias prevê que:

  • até dezembro de 2023, 10% dos trechos selecionados (com exceção dos adicionais, vindos do ágio) terão de ser cobertos com internet móvel, seguindo a ordem de prioridade estabelecida em edital;
  • até dezembro de 2024, pelo menos 20% dos trechos;
  • até dezembro de 2025, pelo menos 50% dos trechos;
  • até dezembro de 2026, pelo menos 70% dos trechos;
  • até dezembro de 2027, pelo menos 90% dos trechos;
  • até dezembro de 2028, 100% dos trechos, com exceção dos trechos adicionais, vindos do ágio;
  • até dezembro de 2029, 100% dos trechos decorrentes do procedimento de conversão do ágio em compromissos adicionais.


O Estado Net

Defensoria pede à Justiça que Inep prove que Enem está seguro contra fraude

A ação foi ajuizada ontem na 14ª Vara Cível Federal de São Paulo.

Foto: Reprodução

A DPU (Defensoria Pública da União) acionou a Justiça para pedir que o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), comprove que tomou medidas para garantir que não haja vazamentos e fraudes na prova.

A ação foi ajuizada ontem na 14ª Vara Cível Federal de São Paulo. O defensor João Paulo Dorini pede à Justiça que o Inep responda no prazo de até 24 horas.

No documento, Dorini diz que o atual presidente do Inep, Danilo Dupas, "ao que se tem amplamente noticiado na imprensa, tentou intervir no Enem de uma forma nunca antes vista". Em audiência pública no Senado, ontem, Dupas negou que ele e o ministro da Educação, Milton Ribeiro, tenham acessado previamente o Enem 2021.

Dupas compareceu ao Senado para explicar o pedido de exoneração de mais de 30 servidores do instituto, após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dizer que agora a prova começa a ter "a cara do governo". Em entrevista, servidores afirmaram que o diretor de Avaliação de Educação Básica do Inep, Anderson Oliveira, teria pedido a remoção de mais de 20 questões da primeira versão do exame 2021.

A DPU questionou se houve ingresso de pessoas além dos examinadores em área restrita, com acesso a itens que podem vir a integrar as provas.

A higidez e confiabilidade do ENEM são essenciais para a manutenção desta política pública eficaz de ingresso, principalmente de pessoas pobres, no ensino superior, atendendo aos objetivos da República de construção de uma sociedade livre, justa e solidária e de diminuição das desigualdades. Ou seja, em jogo está o próprio projeto de vida de milhões de estudantes. Não basta, pois, apenas que a prova seja hígida: ela tem que transbordar confiabilidade. Trecho da ação da Defensoria Pública da União

O Enem é realizado por cerca de 3,1 milhões de candidatos ao ingresso no ensino superior. É o principal meio de acesso às universidades do Brasil. As provas são realizadas anualmente.

O primeiro dia do Enem 2021 será neste domingo (21), quando os candidatos responderão às questões de linguagens e ciências humanas, além de fazerem a prova de redação. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h (horário de Brasília).


UOL

Portugal precisa de milhares de trabalhadores e inicia recrutamento no Brasil

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de empregos não preenchidos subiu de 0,78% para 0,99% no segundo trimestre deste ano.

Foto: Reprodução

Após redução crítica na mão de obra local, Portugal enfrenta dificuldades na retomada da economia após a fase mais restrita da pandemia da covid-19 devido à ausência de, pelo menos, 60 mil pessoas ocupando postos de trabalho. De acordo com autoridades locais, sobram vagas e faltam trabalhadores.

Segundo o presidente da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Raul Martins, o setor que antes da pandemia gerou 15,4% do Produto Interno Bruto (PIB) português, hoje precisa de aproximadamente 15 mil trabalhadores para recuperar os índices que foram reduzidos pela metade após as restrições de circulação adotadas pelo país.

Ao citar como exemplo a região do Algarve, principal destino turístico de Portugal e que registra bons índices de trabalho no verão por ser uma região praiana, o diretor do Grupo Nau, Mário Azevedo Ferreira, destaca que as contratações devem envolver todos os setores beneficiados pela atividade turística. 

Desta forma, para tentar driblar as ausências, pessoas acumulam dois ou mais empregos, assim como empresas de hotelaria começaram a recrutar no Brasil, como já feito pelo grupo Vila Galé, presente em diversas cidades brasileiras e em Portugal. Orçamento reprovado previa um programa para facilitar a captação de imigrantes.

Outros setores impactados de forma negativa e preocupante são a construção civil e de restaurantes, que em um cenário ideal precisariam de 70 mil e 25 mil trabalhadores, respectivamente.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de empregos não preenchidos subiu de 0,78% para 0,99% no segundo trimestre deste ano. Além disso, o índice de desemprego está em 6,1%, índice abaixo dos registrados antes da explosão da pandemia.

Porém há 300 mil desempregados inscritos nos centros de emprego, que segundo fontes oficiais não estariam interessados nessas vagas e sim em colocações em outros países. Os principais fatores para a fuga de mão de obra está a busca de melhores salários, envelhecimento da população em idade ativa e pagamento de subsídios.


Com informações de O Globo

Publicidade

Responsive Full Width Ad