Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Publicidade
Publicidade
✆ 93 9 9211 0226
WhatsApp
WhatsApp

Mostrando postagens com marcador Educação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Educação. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Gabaritos do Encceja 2020 são divulgados nesta quarta-feira (1º)

Participantes realizaram exame no último domingo (29), em busca da certificação do ensino fundamental e médio.

Foto: Reprodução

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulga os gabaritos das provas objetivas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020, nesta quarta-feira (1º). 

Os Cadernos de Questões também serão disponibilizados na mesma data. O Inep aplicou o Encceja 2020 no último domingo (29) nas 27 unidades da Federação, em 622 municípios.


Inep

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

MEC divulga resultado da lista de espera do Prouni 2021

Programa oferece bolsas de 50% e 100% em universidades particulares.

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação divulgou nesta sexta-feira (20), o resultado da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) relativo ao segundo semestre de 2021. Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de ensino superior particular de todo o país. O resultado está no site do programa na internet.

A próxima etapa para os candidatos pré-selecionados é a comprovação das informações prestadas, por meio da apresentação de documentação exigida, o que deverá ser feito a partir da próxima segunda-feira (23). Os candidatos devem ficar atentos porque esse prazo termina na sexta-feira (27).

No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo - 69.482 integrais e 64.847 parciais - em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter uma bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.

 

Agência Brasil

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Abertas as inscrições para lista de espera do ProUni

Resultado sai nesta quarta-feira (18).

Foto: Reprodução

Estudantes que não foram selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) terão uma última chance de entrar este ano. Nesta terça (17) e quarta-feira (18) estão abertas as inscrições na lista de espera.

O resultado será divulgado na próxima quarta-feira (20). Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de todo o país.

Documentação

Segundo o Ministério da Educação, os selecionados nessa etapa terão entre os dias 23 e 27 de agosto para comprovar as informações prestadas por meio de documentação. No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo - 69.482 integrais e 64.847 parciais - em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter uma bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.


Agência Brasil

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Sisu 2021: matrículas para o segundo semestre se encerram nesta segunda

Candidatos que não foram selecionados na chamada regular podem se inscrever na lista de espera. Resultado deve ser divulgado em 18 de agosto e as matrículas começam dia 19.

Foto: Reprodução

Os aprovados no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para as instituições públicas de ensino superior têm até esta segunda (16) para fazer a matrícula. O resultado foi divulgado na terça-feira (10) e o período de matrícula começou no dia seguinte.

O programa oferece neste segundo semestre 62.365 vagas em instituições públicas de ensino superior por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Os candidatos que não foram contemplados na chamada regular podem se inscrever na lista de espera do programa também até esta segunda (16). O resultado será divulgado no dia 18, e a convocação para matrícula, no 19 (confira o calendário completo abaixo).

Como o Sisu funciona?

O Sisu seleciona candidatos que fizeram a prova do Enem e tiraram nota superior a 0 na redação.

No momento da inscrição, o aluno pôde escolher até duas opções de curso no sistema. Agora, o sistema do MEC divulga quais alunos inscritos em cada curso ficaram em melhores colocações e garantiram a vaga desejada. Esta colocação é feita a partir da nota do Enem de cada candidato e da nota de corte do curso escolhido.

Se o candidato for:

  • aprovado nas duas opções de curso: poderá se matricular apenas na primeira;
  • aprovado só em uma das duas opções: terá direito a se matricular nela, sem a alternativa de participar da lista de espera;
  • em nenhuma das opções: se quiser continuar tentando entrar na universidade pelo Sisu, pode se inscrever na lista de espera para a primeira OU a segunda opção.

Lista de espera

A lista de espera concede vagas remanescentes de um dos cursos escolhidos a alunos que não foram contemplados na chamada regular do processo seletivo. Para ser considerado nesta fase, é preciso demonstrar interesse no portal do MEC após a abertura do processo. Esta fase ficará disponível até esta segunda (16).

Ao final deste prazo, a lista de espera é enviada às universidades, que ficam responsáveis pelas chamadas. Assim, os candidatos devem acompanhar as divulgações das instituições de ensino. O resultado será divulgado em 18 de agosto, e a convocação para matrícula, no dia 19.

Como fica o calendário

  • 11 a 16 de agosto: Matrícula da chamada regular
  • 10 a 16 de agosto: Cadastro na lista de espera
  • 18 de agosto: Resultado da lista de espera
  • 19 de agosto: Convocação para matrícula da lista de espera.


G1

terça-feira, 10 de agosto de 2021

Inep divulga cartão de confirmação e local das provas do Encceja

Exame que oferece certificação para jovens e adultos será aplicado no dia 29 de agosto para mais de 1,6 milhão de inscritos.

Foto: Reprodução

Os participantes do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos) 2020 já podem conferir os locais onde realizarão as provas. O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) disponibilizou o Cartão de Confirmação de Inscrição nesta terça-feira (10) no site do exame. O exame será aplicado no dia 29 de agosto.

No cartão, o participante pode confirmar a data e o horário da prova, assim como o número de inscrição. O documento também registra se o participante deve ser tratado pelo nome social ou contar com atendimento especializado, caso essas solicitações tenham sido feitas e aprovadas. Apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda levar o cartão no dia da aplicação do exame.

Mais de 1,6 milhão de participantes estão confirmados para o Encceja 2020. Ao todo, 301.438 farão provas para obter certificação de ensino fundamental e 1.328.608, do ensino médio. A participação é voluntária, gratuita (para quem não faltou à última edição) e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada.

R7 Notícias

sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Inscrições para o Sisu 2021 terminam hoje

Quem não conseguir ser selecionado pode entrar na lista de espera, entre 10 e 16 de agosto. O resultado dessa lista será divulgado no dia 18, com a convocação para a matrícula no dia 19.

Foto: Reprodução

Os estudantes aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisam estar atentos. Acaba hoje (6) o prazo para a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) no segundo semestre. O procedimento deve ser feito pelo portal do Sisu, no site do Ministério da Educação.

Ao todo, 62.365 vagas em instituições de ensino superior estão sendo oferecidas neste semestre. O resultado da chamada regular deve ser divulgado na próxima terça-feira (10). A matrícula deverá ser feita de 11 a 16 de agosto.

Pode participar do Sisu quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e tenha tirado nota acima de zero na redação. A seleção é feita com base nas notas que o candidato tirou na prova, mas o método de escolha varia conforme o curso e a instituição. Isso porque os pesos das notas em cada matéria são diferentes conforme a área de interesse.

Durante a inscrição, o candidato pode escolher até dois cursos superiores, com a possibilidade de alterar as opções até o encerramento das inscrições. Como a nota de corte de cada curso é atualizada diariamente, o estudante ainda não selecionado precisa ficar de olho para acompanhar as mudanças.

Em relação à política de cotas, cada instituição de ensino tem critérios próprios para a distribuição das vagas. Algumas universidades adotam a seleção opções separadas: uma para o público geral e demais modalidades separadas por raça, renda ou rede escolar. Outras fazem uma lista unificada, concedendo pontos extra a candidatos que façam parte do regime de cotas.

Agência Brasil

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Após Assembleia, Sintepp decide que manterá aulas na modalidade remota no Pará

 

Segundo a coordenação, o retorno só deveria acontecer após o ciclo completo de imunização contra à covid-19.

Crédito: Marcelo Seabra / Agência Pará

Na manhã desta quarta-feira (04), em uma assembleia geral convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), os professores da rede estadual decidiram suspender as aulas presenciais e pedir pela manutenção de aulas exclusivamente online. Segundo a coordenação, o retorno só deveria acontecer após o ciclo completo de imunização contra à covid-19.

Segundo o Coordenador Geral do SINTEPP, Professor Beto Andrade, é necessário que todos os professores sejam imunizados completamente antes de retornar às salas de aula. "Um dos aspectos centrais das orientações dadas pelo governo são inexequíveis, que voltemos 100% às nossas atividades. Não teríamos tempo de preparar as aulas e seguir atividades remotas e presenciais ao mesmo tempo, não temos como fazer as duas atividades”, comentou. “O formato que foi colocado para as atividades escolares, não é um formato exequível para esse momento", finalizou.

O coordenador explicou que a partir da próxima segunda-feira (09), as aulas retornam unicamente ao formato remoto. Até a sexta-feira (06), dessa semana os educadores estarão nas escolas explicando a situação à comunidade escolar.

A volta as aulas presenciais no Pará começaram na última segunda-feira, 2, de forma híbrida e com baixa adesão dos estudantes. A decisão de retornar, segundo o Governo do Estado, foi tomada com base na queda no número de casos da covid-19 no Pará.

Roma News

MEC divulga lista de pré-selecionados para Fies do segundo semestre

O prazo para complementação das informações da inscrição começa hoje (4) e vai até sexta-feira (6).

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) divulgou no fim da noite dessa terça-feira (3) a relação dos candidatos pré-selecionados em chamada única ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2021. O resultado está disponível na página do Fies.

A seleção assegura apenas a expectativa de direito à vaga, já a contratação do financiamento está sujeita às demais regras e procedimentos de formalização do contrato. O prazo para complementação das informações da inscrição começa hoje (4) e vai até sexta-feira (6).

Os estudantes não pré-selecionado foram automaticamente incluídos em lista de espera, observada classificação. Considerando que não existe novo ranqueamento, após a publicação do resultado da chamada única, os participantes da lista de espera, deverão, obrigatoriamente, acompanhar sua eventual pré-seleção.

Nesse caso, os candidatos deverão complementar sua inscrição no prazo de três dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação de sua pré-seleção no sistema. O prazo final para a lista de espera é 31 de agosto.

Em 2021 o Fies teve a oferta total de 93 mil vagas. Nesta seleção do segundo semestre, estão disponíveis 69 mil vagas distribuídas em 23.320 cursos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. Caso hajam vagas remanescentes, não ocupadas na chamada única, o MEC poderá fazer nova seleção.

Para ter acesso ao fundo, é necessário ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos e ter participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, obtendo no mínimo 450 pontos na média das cinco provas do exame e não ter zerado a prova de redação.

O Fies é o programa do governo federal que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas aderentes ao programa. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies tem regras específicas, sem seleção, e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.

Agência Brasil


terça-feira, 3 de agosto de 2021

MEC divulga selecionados na segunda chamada do Prouni 2021

Estudantes têm até o dia 11 de agosto para apresentar documentação. Quem não tiver sido contemplado, pode se inscrever na lista de espera entre os dias 17 e 18 de agosto.

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta terça-feira (3) o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudo em instituições particulares de educação superior. O resultado pode ser consultado no site http://prouniportal.mec.gov.br/.

Os alunos aprovados terão até o dia 11 de agosto para entregar a documentação necessária nas instituições de ensino superior escolhidas, comprovando as informações no ato da inscrição.

Quem não tiver sido selecionado na segunda chamada poderá se inscrever na lista de espera entre os dias 17 e 18 de agosto. O resultado sairá dia 20 de agosto.

Os que forem selecionados na lista de espera terão entre os dias 23 e 27 de agosto para apresentar a documentação. Essa será a última oportunidade para ser contemplado pelo Prouni neste semestre.

Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de todo o Brasil.

No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições de ensino superior da rede privada. Dessas, 69.482 bolsas são integrais e 64.847 são parciais.

Critérios

Para obter a bolsa integral (100%), o estudante precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo.

Para as bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até 3 salários mínimos.

Cronograma do Prouni

  • Comprovação das informações para aprovados na segunda chamada: 3 a 11 de agosto
  • Interesse em participar da lista de espera: 17 e 18 de agosto
  • Resultado da lista de espera: 20 de agosto
  • Comprovação das informações para pré-aprovados na lista de espera: 23 a 27 de agosto

G1

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira (03)

Prazo para o segundo processo seletivo de 2021 termina no dia 6.

Foto: Reprodução

Estudantes de todo o país que participaram da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que pretendem estudar em uma universidade pública podem se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a partir desta terça-feira (3).

Desenvolvido e administrado pelo Ministério da Educação, o sistema é usado para selecionar os candidatos a vagas em instituições públicas de ensino superior a partir das notas obtidas no Enem.

O prazo de inscrições para o segundo processo seletivo de 2021 se encerra na próxima sexta-feira (6). Para participar da seleção, os interessados devem ter obtido nota maior que zero na redação do Enem e não ter participado do exame na condição de treineiro.

Na página do sistema é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando por cidades, cursos e instituições. No momento da inscrição, o candidato poderá escolher até duas opções de curso. Será possível alterar as opções durante o período das inscrições.

Conforme o cronograma divulgado pelo ministério, o resultado da seleção será divulgado no dia 10 de agosto. As matrículas serão abertas no dia 11, se estendendo até o dia 16 de agosto. De 10 a 16 de agosto, estarão abertas as inscrições para a lista de espera por vagas remanescentes, cujos contemplados serão anunciados no dia 18.

Agência Brasil

Inep disponibiliza apostilas de estudo para o programa Encceja

Exame é voltado para quem não concluiu os estudos na idade apropriada.

Foto: Reprodução

Milhares de pessoas em todo o país deverão fazer, no dia 29 de agosto, as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). O exame é voltado para quem não concluiu os estudos na idade apropriada. Por meio do Encceja, os participantes têm a oportunidade de conseguir a certificação tanto para o ensino fundamental quanto para o ensino médio. 

O exame, que estava inicialmente marcado para o dia 25 de abril, foi adiado devido ao agravamento da pandemia da covid-19 no Brasil. Ao todo, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 1,6 milhão de participantes estão confirmados. Os gabaritos das provas deverão ser divulgados no dia 1º de setembro. 

Para quem está se preparando para as provas, na página do Inep estão disponíveis apostilas gratuitas, além das provas de anos anteriores e dos respectivos gabaritos. 

Aqueles que desejam obter a certificação do ensino fundamental farão provas de ciências naturais e matemática pela manhã e de língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física, redação, história e geografia, à tarde. Para obter essa certificação é necessário ter pelo menos 15 anos completos no dia do exame. 

Os que desejam um certificado do ensino médio responderão a questões de ciências da natureza e matemática pela manhã e linguagens, redação e ciências humanas à tarde. Para fazer essas provas, é preciso ter pelo menos 18 anos completos. 

De acordo com o Inep, além de possibilitar que os estudantes sejam certificados e sigam adiante em suas trajetórias educacionais, o exame oferece parâmetros para autoavaliação que podem orientar os inscritos na continuidade da formação e na colocação no mercado de trabalho.

Os resultados do Encceja também são usados como referência nacional de avaliação. O exame possibilita, por exemplo, que os gestores educacionais utilizem esses dados para entender o cenário educacional e evitar que estudantes se atrasem na formação ou mesmo que abandonem os estudos.

Agência Brasil

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Inscrições para o Fies terminam nesta sexta (30) às 23h59

Programa oferece nesta edição 69 mil vagas.

Foto: Reprodução

Termina hoje (30) às 23h59 o prazo de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 no site do programa. O Fies oferece financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação. O resultado será divulgado no dia 3 de agosto.

Pré-requisito

Para fazer a inscrição, o interessado deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e ter média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Vagas

Os candidatos podem escolher até três opções de curso/instituição/turno, por ordem de preferência. Em 2021 o Fies teve a oferta total de 93 mil vagas. Nesta seleção do segundo semestre, estão disponíveis 69 mil vagas distribuídas em 23.320 cursos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. A consulta pode ser feita na página do Fies.

Agência Brasil

quinta-feira, 29 de julho de 2021

LinkedIn e Microsoft se juntam e oferecem quase 100 cursos gratuitos

As aulas estão divididas em nova trilhas de aprendizagem, voltadas a capacitar os profissionais do futuro e a desenvolver as habilidades técnicas e comportamentais mais buscadas no mercado de trabalho.

Foto: Reprodução

Duas das maiores empresas de tecnologia do mundo se juntaram para oferecer formação gratuita para os brasileiros. A partir desta semana, a Microsoft está usando a plataforma de formação online Linkedin Learning para disponibilizar 96 cursos em português.

As aulas estão divididas em nova trilhas de aprendizagem, voltadas a capacitar os profissionais do futuro e a desenvolver as habilidades técnicas e comportamentais mais buscadas no mercado de trabalho.

Todos os cursos são gratuitos e ficam disponíveis para acesso até dia 31 de dezembro na página exclusiva. As aulas são ministradas por top voices, que são influenciadores recomendados pelo LinkedIn como produtores de conteúdos corporativos.

Confira as trilhas disponíveis:

  • Trabalho remoto: colaboração, foco e produtividade
  • Como superar desafios e se reinventar em tempos difíceis
  • Diversidade, inclusão e pertencimento para líderes e gerentes
  • Torne-se um gestor de projetos
  • Como desenvolver a colaboração entre a equipe
  • Domine as competências pessoais mais requisitadas no mercado de trabalho
  • Torne-se um especialista em atendimento ao cliente
  • Torne-se um profissional de vendas
  • Torne-se um cientista de dados

USP tem 5 mil vagas para cursos de humanidades

Para quem prefere a área de humanidades, a Universidade de São Paulo está com inscrições abertas para preencher quase 5 mil vagas em 66 cursos livres. Os cursos de verão são organizados pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e vão de moda à literatura.

As aulas online são ministradas por professores e alunos de pós-graduação da universidade e estão divididos em cinco áreas temáticas: Estudos filosóficos, históricos e geográficos; Estudos linguísticos e de tradução; Estudos literários; e Estudos de antropologia, política e sociedade.

As inscrições devem ser realizadas no site do Sistema Apolo, selecionando a FFLCH como instituição de ensino, e seguem um cronograma que vai até o dia 5 de agosto. É preciso ter mais de 18 anos para se cadastrar nos cursos.

CNN Brasil

Itaituba: SEMED divulga portaria com diretrizes para o retorno das aulas presenciais na rede pública de ensino

Conforme o documento, as aulas estão previstas para iniciarem no dia 02 de agosto de 2021.

Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) divulgou, na última quarta-feira (28), a Portaria nº 014/2021, que anuncia e estabelece diretrizes para o retorno das aulas presencias e atividades pedagógicas não presenciais aos alunos da Rede de Ensino Público Municipal de Itaituba.

Conforme o documento, as aulas estão previstas para iniciarem no dia 02 de agosto de 2021, com as medidas protetivas em todos os espaços escolares, orientadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), para o enfrentamento da COVID-19.

As atividades presenciais, conforme o Artigo 4º do documento, será da seguinte maneira: “I – de 100% do total de alunos em turmas que conseguirem manter o distanciamento de 1,5m entre as carteiras; II – de 50% do total de alunos, em turmas que não conseguirem manter o distanciamento de 1,5m entre as carteiras, sendo realizado o escalonamento entre os grupos; III – trabalhada a carga horária total das disciplinas”.

Vale ressaltar que, para alguns alunos, poderá haver aulas não presenciais, caso estes comprovem, por meio de laudo médico ou outro documento, a impossibilidade de frequentar as aulas presenciais.

A esses alunos, o processo de ensino e aprendizagem será proporcionado através de videoaulas, atividades e conteúdos impressos.

Plantão 24 horas

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Comprovação para a primeira chamada do Prouni termina hoje

Perda do prazo implicará na reprovação do candidato. Confira as datas!

Foto: Reprodução

Candidatos selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até hoje (28) para comprovar as informações prestadas na ficha de inscrição junto à instituição em que foram pré-selecionados. 

De acordo com o Ministério da Educação, é de responsabilidade de cada candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a conferência das informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, na reprovação do candidato.

Dados do ministério indicam que, nesta edição do Prouni foram ofertadas 134.329 bolsas, sendo 69.482 bolsas integrais e 64.847 parciais em 10.821 cursos ministrados em 952 instituições de ensino superior da rede privada do país.

Para concorrer a bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos, por pessoa.

Cronograma Prouni 2021/2

  • Comprovação das informações da primeira chamada: 20 a 28 de julho
  • Resultado da segunda chamada: 3 de agosto
  • Comprovação das informações: 3 a 11 de agosto
  • Inscrições na lista de espera: 17 e 18 de agosto
  • Divulgação da lista de espera para as instituições de ensino: 20 de agosto
  • Comprovação das informações da lista de espera: 23 a 27 de agosto

Agência Brasil


terça-feira, 27 de julho de 2021

Inscrições para o Fies do segundo semestre começam hoje

Candidatos interessados podem efetuar a inscrição por meio do portal do programa até a próxima sexta-feira (30).

Foto: Reprodução

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 começam hoje (27). Candidatos interessados podem efetuar a inscrição por meio do portal do programa até a próxima sexta-feira (30).

Estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2012 podem pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Os alunos devem ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação do exame.

O Fies tem por objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação e ofertados por instituições aderentes ao programa

Agência Brasil


sexta-feira, 23 de julho de 2021

Aulas na rede estadual serão retomadas dia 02 de agosto

A retomada deve acontecer de forma híbrida: alunos que preferirem não ir para a escola neste primeiro momento, poderão assistir às aulas de modo remoto.

Foto: Reprodução

A redução do número de novos casos e de óbitos por Covid-19, bem como a adesão à vacinação contra o novo coronavírus e a queda na ocupação de leitos clínicos e de UTI motivaram o Governo do Pará a elaborar um plano de retorno às aulas presenciais na rede estadual de ensino. As atividades presenciais nas escolas da rede estadual foram paralisadas no dia 16 de março de 2020.

O Governo do Estado anunciou, na manhã desta sexta-feira (23), o plano estadual de retomada das aulas presenciais. O Governador do Estado, Helder Barbalho, apresentou o plano acompanhado do secretário estadual de saúde, Rômulo Rodovalho, da secretária estadual de educação, Elieth Braga, e da presidente do Conselho Estadual de Educação, Betânia Fidalgo.

O plano foi desenvolvido por técnicos da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), em conjunto com profissionais da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Em seguida, passou pela análise do Conselho Estadual de Educação. Os membros do Conselho, de maneira unânime, validaram o plano.

O primeiro grupo de retorno será: terceiro ano do médio, nono ano e quinto ano do ensino fundamental, além dos concluintes do EJA. As informações com as escalas de presença dos alunos estarão disponíveis no site da Seduc e também nas sedes das escolas. Os alunos receberão máscaras. O retorno, enquanto não for 100%, não é obrigatório.

Por unanimidade, garantiu Helder, os membros do Conselho Estadual de Educação validaram a proposta. Ao longo da aplicação do plano, que começa com 25% de presença nas salas, pode haver mudanças. O acompanhamento epidemiológico será feito continuamente após um ano e quatro meses de aulas suspensas. Há a garantia de distanciamento nas salas, higienização e estrutura para essa higiene. Na entrada, os estudantes terão a temperatura verificada.

O governador ressaltou que todos os profissionais da educação já foram vacinados com a primeira dose. Nesta semana, inicia a campanha para a segunda dose, dependendo de cada vacina. "Isto nos permite dar esse passo decisivo e essencial para recuperar o convívio escolar e social e ter na escola a referência de valores que só a educação é capaz de fazer", reforçou.

Helder ressaltou que 585 mil alunos foram beneficiados com o vale-alimentação escolar de R$ 80 por aluno, por etapa. Neste momento, está sendo concluída a 11ª recarga. O investimento é de R$ 500 milhões.

Nesse período de ensino remoto, 15 mil professores foram formados e o governador agradeceu a cada profissional, reforçando que os professores e cada servidor da educação não mediram esforços para manter as aulas, fosse nos materiais impressos, fosse nas plataformas digitais. E agradeceu a paciência das famílias em se reinventar para garantir que os estudantes não ficassem sem estudar.

O governador destacou a necessidade de a população não perder a vacinação e seguir. "Só podemos anunciar o retorno porque avançamos na vacinação. Minha solidariedade às famílias que perderam um ente querido. Bom retorno às aulas presenciais", concluiu.

Com informações O Liberal

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Ministro da Educação defende retorno das aulas presenciais

"Brasil não pode continuar com escolas fechadas", disse Milton Ribeiro.

Foto: Reprodução

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu hoje (20) o retorno dos estudantes às aulas presenciais nas escolas. Ribeiro fez um pronunciamento em rede nacional de rádio e TV e afirmou que a medida não pode ser mais adiada.

“Quero conclamá-los ao retorno às aulas presenciais. O Brasil não pode continuar com as escolas fechadas, gerando impactos negativos neste e nas futuras gerações”, disse. 

O ministro citou ainda que estudos de organismos internacionais mostram que o fechamento de escolas provoca consequências devastadoras para os alunos, como perda de aprendizagem, do progresso do conhecimento e o aumento do abandono escolar. 

“Vários países retornaram às aulas presenciais ainda em 2020, quando sequer havia previsão de vacinação. O uso de álcool-gel, a utilização de máscaras e o distanciamento social são medidas que o mundo está utilizando com sucesso”, comentou. 

Segundo o ministro, a decisão sobre o fechamento e abertura das escolas não é do governo federal e o retorno pode ser feito com restrições sanitárias nas instituições de ensino básico e superior. O ministro disse que a pasta investiu mais de R$ 1,7 bilhão para o enfrentamento da covid-19 nas escolas públicas. 

“O Ministério da Educação não pode determinar o retorno presencial da aulas, caso contrário, eu já teria determinado”, afirmou. 

Ribeiro também disse que solicitou ao Ministério da Saúde a priorização de todos os profissionais da educação básica na vacinação contra a covid-19. 

Agência Brasil

terça-feira, 20 de julho de 2021

Pará registra queda de 30,6% no números de inscritos no Enem em comparação com o ano passado

A redução atingiu todo o país computando uma queda de 44% em relação de candidatos inscritos no ano passado; A previsão é de um número ainda menor, pois as inscrições passam ainda pelo processo de homologação.

Foto: Reprodução

O Pará teve mais de 229,1 mil inscrições efetivadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano. Desse número, 228,5 mil foram inscritos na modalidade de prova impressa e 600 na modalidade digital. Em comparação com o ano passado, o número de inscrições reduziu em 30.6%. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).A redução das inscrições foi registrada em todo o Brasil. 

O total de 4.004.764 candidatos inscritos em 2021 representa uma queda de 44% com relação à quantidade de inscritos no Enem do ano passado. Segundo o G1 Educação, esse número de inscritos é o menor desde o Enem 2007, quando 3,57 milhões de participantes se inscreveram; também é o menor desde que a prova adotou o formato atual, em 2009. A previsão é de um número ainda menor, pois as inscrições passam ainda pelo processo de homologação.

O Enem é a porta de entrada de muitos jovens que buscam o nível superior. A nota obtida no exame pode ser usada  para ingresso em universidades públicas e garantir bolsas de estudo e financiamentos em faculdades particulares através de Programas Federais como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

As duas modalidades do Enem 2021, impressa e digital, serão aplicadas nos mesmos dias, 21 e 28 de novembro. Ambas as versões terão as mesmas provas, com itens iguais e o mesmo tema de redação.  Cada prova terá 45 questões de múltipla escolha, que, no caso do Enem Digital, serão apresentadas na tela do computador. Já a redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão em papel.

O Liberal 

segunda-feira, 19 de julho de 2021

Pará anuncia retorno de volta às aulas presenciais nas escolas públicas de ensino

A secretaria ainda diz que a decisão para o plano de retomada está em consonância com órgãos de saúde, e deve obedecer a todos os protocolos de biossegurança e prevenção à Covid-19.

Foto: Reprodução

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou que o plano de retorno às aulas na rede pública estadual será divulgado na sexta-feira (23). De acordo com Helder, a ideia é de que as aulas já comecem em agosto. A informação foi divulgada nas redes sociais oficiais do governador.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

As aulas presenciais estão suspensas desde 18 de março de 2020 pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Desde então, a secretaria diz que realiza o movimento “Todos Em Casa Pela Educação”, disponibilizando videoaulas pela TV Cultura do Pará, áudios educativos por meio do Seducast, conteúdos de aprendizagens pelo Para Casa, cadernos de atividades estruturantes e compêndios (impressos), além da plataforma educacional Enem Pará (Exame Nacional do Ensino Médio) e distribuição de livros didáticos.

A secretaria ainda diz que a decisão para o plano de retomada está em consonância com estudos científicos, órgãos de saúde e entidades representativas, e deve obedecer a todos os protocolos de biossegurança e prevenção à Covid-19, para garantir a segurança da comunidade escolar.

G1

Publicidade

Responsive Full Width Ad